Vigor Mortis faz últimas apresentações de Acordei Cedo no Dia em Que Morri e oferece palestras gratuitas

São duas oportunidades para ouvir o diretor Paulo Biscaia Filho falar sobre Cinema Trash e Ed Wood, e as últimas chances para assistir ao espetáculo

As últimas sessões da nova montagem da Vigor Mortis — Acordei Cedo no Dia em Que Morri — acontecem nesta semana em Curitiba. A peça fica em cartaz até 22 de outubro, no Ave Lola, com ingressos no sistema pague-quanto-vale. No domingo, devido à grande procura, acontece uma sessão extra. E, para comemorar o final da temporada de sucesso com casa lotada e também os 20 anos da companhia, o diretor Paulo Biscaia Filho fará duas palestras gratuitas.

Na sexta, dia 20 de outubro às 14h, o tema é Cinema Trash: de onde vem o termo e quais os cineastas e filmes que melhor representam o tal “cinema lixo” que é tão cultuado por hordas de fãs do gênero. O papo será um convite para conhecer mais sobre este cinema alternativo e deliciosamente bizarro, que vai de filmes com monstros gigantes a produções estreladas por espiãs com microcâmeras embutidas nos seios.

E no sábado, dia 21 de outubro às 14h, é a chance para saber mais sobre o artista que inspirou a peçaAcordei Cedo no Dia em que Morri: Edward D. Wood Jr., conhecido como o pior diretor de todos os tempos. Paulo Biscaia Filho vai conversar sobre como o artista conseguiu esse dúbio título, como os tormentos da vida do cineasta influenciaram sua obra e por que seus filmes podem ser considerados obras de “cinema de autor”.

Sobre Acordei Cedo no Dia em Que Morri:

O espetáculo é um passeio de trem-fantasma na mente de Ed Wood, com todos elementos icônicos da criatividade do cineasta: vampiros, alienígenas, monstros com superpoderes e também a atmosfera de filmes lado B dos anos 50. A ação acontece diante de uma tela gigantesca, onde são projetadas cenas captadas em tempo real no palco. O enredo coloca a personalidade da companhia em evidência, integrando outras linguagens ao teatro, com estética impactante, tecnologia, temas do universo do terror e comicidade. Acordei Cedo No Dia em Que Morri é uma realização da Vigor Mortis com incentivo de Celepar e do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e Prefeitura Municipal de Curitiba. Apoio da Bdrops, UniFM, Padaria América, Lavanderia Batel e Ave Lola. Direção de Paulo Biscaia Filho, com assistência de Gabriela Valcanaia. No elenco, Guenia Lemos, Camila Fávero, Ricardo Nolasco e Luiz Bertazzo. Cenário de Guenia Lemos, figurino de Guilherme Almeida, iluminação de Wagner Correa e Produção da Duplo Produções e Formiga Produtora.

Acordei Cedo no Dia em que Morri

Serviço Palestras:

Palestra sobre Cinema Trash com Paulo Biscaia Filho
Dia 20/10 (sexta-feira) – Horário: das 14h às 16h
Local: Ave Lola Espaço de Criação. R. Mal. Deodoro, 1227. Centro. Curitiba-PR

Palestra sobre Ed Wood com Paulo Biscaia Filho
Dia 21/10 (sábado) – Horário: das 14h às 16h
Local: Ave Lola Espaço de Criação. R. Mal. Deodoro, 1227. Centro. Curitiba-PR

Fotos Lucia Biscaia

Inscrições gratuitas: pelo email producaoduplo@gmail.com ou diretamente no local no início do evento. Sujeito à lotação. Serão emitidos certificados para os participantes.
Informações: por whatsapp 41 99975-6048

Serviço Espetáculo – Acordei Cedo no Dia em Que Morri

Local: Ave Lola Espaço de Criação. R. Mal. Deodoro, 1227. Centro. Curitiba-PR
Temporada: até 22 de outubro. (última semana em cartaz)
Dias e horários: Quintas, sextas e sábados às 23h59. Domingo às 20h e 22h30. (sessão extra)
Ingressos: Pague Quanto Vale
Classificação indicativa: 14 anos
Reservas e informações: www.avelola.net.br / Duplo Produções – 41 99975-6048