Violência contra mulher é discutida em sala de aula

Projeto é finalista do Prêmio RBS de Educação

O contexto de violência contra a mulher, com casos cada vez mais frequentes de mulheres agredidas, assassinadas ou hostilizadas por sua condição serviu como motivação para uma professora de Língua Portuguesa e Literatura de Cachoeirinha (RS). Gisele dos Santos Rodrigues, professora do Colégio São Mateus, conta que tudo começou com a leitura de um trecho da biografia de Malala, presente no material didático adotado pela escola, conveniada ao Sistema Positivo de Ensino. A ativista paquistanesa, vencedora do Nobel da Paz, foi baleada na cabeça aos 15 anos por defender os direitos das mulheres à educação. “O material gerou impacto e percebi que podia fazer os alunos refletirem a respeito do tema por meio de trabalhos de leitura e escrita”, conta Gisele. O projeto “Mulheres oprimidas, protagonistas das nossas histórias”, desenvolvido este ano pela professora com alunos do Ensino Médio, é um dos finalistas da 5ª edição do Prêmio RBS de Educação, que destaca e reconhece projetos de incentivo à leitura.

Gisele explica que começou a trabalhar o tema com apenas uma turma, só de meninas. O assunto despertou o interesse dos demais alunos e ela acabou estendendo o projeto para as outras turmas do Ensino Médio. Além de explorar os aspectos pedagógicos de leitura, literatura e produção de texto, a professora afirma que a experiência serviu para esclarecer os alunos sobre violência doméstica e a condição da mulher na sociedade. “Conseguimos chamar a atenção para uma questão muito importante, que foi trazida à tona por meio do material didático. O trabalho estimulou a reflexão, conseguiu sensibilizar e gerar conscientização”, destaca Gisele.

O projeto “Mulheres oprimidas, protagonistas das nossas histórias” concorre em duas categorias: Educador de escola privada e Destaque – Gênero. Após serem selecionados por uma comissão julgadora, os projetos foram submetidos à avaliação popular. Os vencedores serão escolhidos pelo público, por meio da internet. A votação vai até o dia 24 de novembro, na página do Prêmio (www.premiorbsdeeducacao.com.br).

Serviço:

Prazo para votação: 24/11

Onde votar: http://www.premiorbsdeeducacao.com.br/

Não há limite de votos por pessoa.

Sobre o Prêmio

O Prêmio RBS de Educação – Para Entender o Mundo – está em sua quinta edição. Seu propósito é reconhecer e disseminar práticas de incentivo à leitura entre educadores das escolas públicas e privadas do Ensino Básico do Rio Grande do Sul.

Sobre o Sistema Positivo de Ensino

É o maior e mais tradicional sistema voltado ao ensino particular no Brasil. Com um projeto sempre atual e inovador, ele oferece às escolas particulares diversos recursos que abrangem alunos, professores, gestores e também a família do aluno com conteúdo diferenciado. Para os estudantes, são ofertadas atividades integradas entre o livro didático e plataformas educacionais que o auxiliam na aprendizagem. Os professores recebem propostas de trabalho pedagógico focadas em diversas disciplinas, enquanto os gestores recebem recursos de apoio para a administração escolar, incluindo cursos e ferramentas que abordam temas voltados às áreas de pedagogia, marketing, finanças e questões jurídicas. A família participa do processo de aprendizagem do aluno recebendo conteúdo específico, que contempla revistas e webconferências voltados à educação.