Alimentação saudável e cuidados garantem saúde de cabelos e unhas

Problemas comuns na idade adulta com unhas fracas e queda de cabelo podem ser evitados com uma alimentação correta e cuidados no dia-a-dia. A dermatologista Natasha Unterstell alerta que a raiz dos problemas que envolvem cabelos e unhas vem da má alimentação, embora também haja causas hereditárias, alterações hormonais, estresse, tabagismo, entre outros.

Segundo ela, é essencial para a saúde dos cabelos e unhas a ingestão de nutrientes, proteínas e vitaminas. A médica recomenda as vitaminas do complexo B, não produzidas em quantidade suficiente e que podem ser adquiridas através dos alimentos e de complexos alimentares.

- Vitamina B1: A tiamina, vitamina B1, melhora o metabolismo e regula o gasto de energia. É encontrada em alimentos como levedura de cerveja em pó, gérmen de trigo, sementes de girassol e castanha do Pará.

- Vitamina B2: A riboflavina participa da produção de energia a partir das vitaminas e açúcares vindos da alimentação. Está presente na levedura de cerveja, no farelo de aveia, nas amêndoas e no queijo cottage.

- Vitamina B3: A niacina, ou vitamina B3, é responsável por transformar a gordura em energia no corpo e ajuda a queimar calorias. Ela também está na levedura de cerveja, no fígado, no amendoim e em peixes como a cavala.

- Vitamina B5:  A vitamina B5, ou  ácido pantotênico,  atua na saúde da pele e dos cabelos, favorece a cicatrização de feridas e ajuda a controlar o colesterol e os sintomas da artrite reumatoide. Está presente em alimentos como fígado, sementes de girassol cogumelos, amendoim, queijo cottage e salmão.

- Vitamina B6: Também chamada de piridoxina, ajuda a produzir anticorpos, prevenir anemia e produzir energia a partir de proteínas e carboidratos. A vitamina B6 pode ser encontrada no fígado, salmão, banana, ameixa, avelã e abacate.

- Vitamina B7: A biotina serve para manter o metabolismo ativo, hidratar e fortalecer unhas, pele e cabelos e ajudar no controle da glicemia em casos de diabetes tipo 2. Os alimentos que são fontes desse nutriente são carnes, ovos e leite, e ela é facilmente reposta através de uma dieta equilibrada.

- Vitamina B9: Mais conhecida como ácido fólico, estimula a produção de sangue e de células que carregam oxigênio no organismo, evitando o cansaço frequente e a anemia. O ácido fólico está presente em alimentos como levedura de cerveja, fígado, espinafre, lentilhas e feijão.

- Vitamina B12: Também chamada de cobalamina, auxilia na produção de sangue e manutenção da saúde do sistema nervoso. Essa vitamina está presente no fígado, no salmão e em frutos do mar, como ostras e caranguejos, além de poder ser encontrada em alimentos fortalecidos, como cereais matinais, achocolatados em pó e em produtos de soja.

A dermatologista explica que na consulta de avaliação costuma analisar o estado de saúde geral do paciente, inclusive cabelos e unhas e, em muitos casos, há tratamentos que permitem acelerar a batalha contra os problemas de unhas e cabelos. “Para a alopecia (queda de cabelo), realizamos procedimentos como a infusão de medicamentos no couro cabeludo e a aplicação de led e laser de diodo para o estímulo dos bulbos capilares”, explica. Estes tratamentos precisam ser continuados e levam alguns meses para apresentar resultados satisfatórios.

Já para as unhas, Natasha indica evitar o uso de acetona e não retirar muito profundamente a cutícula. “É importante hidratar as unhas e não passar de duas semanas com esmalte. O ideal é deixar três dias sem esmalte e não usar unhas postiças de gel ou acrílico para preservar a saúde da unha”, diz. Os tratamentos de onimicose (micose das unhas) também costumam demorar em torno de quatro meses.

Foto: Divulgação

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu