Saiba como fazer empréstimo pessoal de forma consciente

Veja dicas como evitar que um empréstimo vire problema ao invés de solução

Em tempos de crise, é difícil encontrar um brasileiro que não esteja passando por alguma dificuldade financeira. A queda de renda faz com que muitas pessoas necessitem de empréstimos para quitar compromissos assumidos. Nessas horas, a pergunta que nos fazemos é: como levantar dinheiro para resolver as questões financeiras?

Contratar um empréstimo é a resposta quase que unânime apontada por todos. Porém, ao mesmo tempo em que a solução parece simples para alguns, para outros gera algum medo. É fato que pegar dinheiro emprestado dá um certo alívio momentâneo à difícil situação pela qual se está vivendo, mas o que deve ser observado é que essa prática pode ser arriscada, pois se uma pessoa precisa contrair uma dívida para sanar outra é preciso ter sabedoria nesse momento.

Para rever seus hábitos de consumo e descobrir o que realmente está em desarmonia em suas contas é preciso analisar a própria vida financeira. Após esta etapa, a pessoa pode chegar à conclusão que é necessário o empréstimo. Neste momento é o momento de buscar opções. Hoje existem sites que oferecem empréstimo online. Um dos mais conhecidos é o MoneyMan.  Site internacional, o MoneyMan permite que o usuário faça simulações e conheça claramente todas as condições para pegar o empréstimo, juros e prazos.

O fato é que os brasileiros contratam empréstimo, geralmente, para eliminar uma dívida que foi contraída por descontrole financeiro em algum momento:

  • Pagar fatura de cartão de crédito em atraso;
  • Pagar prestações de lojas vencidas;
  • Quitar limite de cheque especial;
  • Pagar contas do dia-a-dia que não puderam ser pagas, pois o dinheiro foi usado para saldar as dívidas acima citadas;
  • Pagar outros empréstimos feitos anteriormente.

Não necessariamente essas dívidas são resultado de consumismo em excesso. Imprevistos acontecem, ainda mais com a situação econômica instável do país: muitos perderam seus empregos, salários defasados que não acompanham a inflação ou gastos inesperados no orçamento principalmente para quem tem filhos.

Não precisa ter receio, basta planejamento

Se esta é a solução inevitável, leia nossas dicas de como contratar o seu empréstimo para solucionar seus problemas sem dores de cabeça no futuro:

  • Faça uma planilha para organizar suas finanças: coloque na ponta do lápis a sua renda e todas as despesas e dívidas que tem que pagar todo mês. Verifique o gasto que pode ser cortado. Dessa forma, muitas vezes se descobre que nem há necessidade de pegar dinheiro emprestado. Mas em todo caso, se ainda assim é necessário, veja de quanto dispõe para pagar de prestação evitando dessa forma entrar novamente no vermelho;
  • Como já foi citado anteriormente, contrair mais uma dívida não é uma boa opção. Mas existem casos em que o empréstimo acaba trazendo certa vantagem, como, por exemplo, para pagar dívidas de cheque especial ou rotativo do cartão de crédito por causa dos altos juros;
  • Pesquise as condições de pagamento, as taxas e os juros que cada instituição financeira tem a oferecer e a cobrar;
  • Não se apegue somente ao valor das prestações. Analise as tarifas e os tributos que vêm cobrados junto às parcelas mensais. Avalie o custo efetivo total da operação, ou seja, o gasto ao final de tudo;
  • Verifique a idoneidade da instituição financeira, principalmente para empréstimos consignados, porque o valor das parcelas é cobrado direto do contracheque e muitas vezes as surpresas são desagradáveis. Desconfie dos empréstimos com muitas facilidades, principalmente para negativados;
  • Utilize um simulador de empréstimo. Toda instituição, seja ela banco ou não, deve oferecer a opção. Dessa forma, pode-se ter uma noção do que realmente irá pagar antes de contratar.

Fazendo o empréstimo com cautela e resolva sua vida financeira

O mais importante nisso tudo é avaliar a real necessidade de fazer a operação financeira e, se for imprescindível, o valor contratado de prestações deve estar sempre dentro de seu orçamento. Fazer um empréstimo em um único lugar, com taxas acessíveis ao seu orçamento para pagar diversas outras dívidas, e concentrar toda a energia para quitar em um só lugar pode ser uma maneira para organizar suas finanças e pagar menos juros ao mês.