Você sabe qual é o real significado das marcas?

Muito mais que um símbolo, a marca de empresa representa uma estratégia de branding na sua expressão mais exterior. O branding constrói uma personalidade para a marca, deixando-a mais próxima dos clientes e criando uma relação mais próxima entre ambas as partes.

Algumas marcas se tornaram tão icônicas que, na maioria das vezes, não nos damos conta do real significado de seus nomes. Por isso, escolhemos algumas marcas super conhecidas para mostrar o que elas queriam expressar quando foram fundadas.

Qual é o real significado das grandes marcas?

Qual é o real significado das marcas?

  1. Apple

Quem criou o design do logotipo da Apple foi Rob Janoff, a pedido de Steve Jobs: ele comprou um saco de maçãs e, durante uma semana, desenhou inúmeros rascunhos, tentando encontrar detalhes interessantes. A mordida em uma das maçãs foi casualidade e um experimento, mas acaba por representar também um trocadilho com “bite” e “byte”.

Qual é o real significado das marcas?

 

  1. Carrefour

O símbolo do Carrefour (‘encruzilhada’ em francês) consiste em duas setas que representam novos horizontes, como se no supermercado o consumidor pudesse encontrar tudo que precisa. As cores vermelha, branca e azul representa a bandeira francesa com as cores inversas: desta forma, mostram a letra “C” no interior do emblema.

 

Qual é o real significado das marcas?

  1. Hyundai

Além do nome poder ser traduzido para “modernidade”, a marca da Hyundai também simboliza duas pessoas dando as mãos: de um lado o cliente, de outro o representante da empresa. O objetivo é passar a ideia de respeito e confiança de ambas as partes.

 

  1. Jägermeister

Traduzido do alemão, Jägermeister significa “mestre de caçadores”. O tema da caça é explorado por meio da marca: o rótulo apresenta um poema sobre um caçador, e faz referência aos santos padroeiros dos caçadores, São Humberto e São Eustáquio.

 

 

  1. Nivea

O químico Isaac Lifschütz, depois de tempos de desenvolvimento de sua “cera da beleza”, a batizou de Nivea: proveniente do latim niveus/nivea/niveum, que significa neve branca – semelhante à cor e a consistência do produto.

 

  1. Palmolive

O americano Caleb Johnson abriu uma fábrica em 1864 para produzir sabonetes e velas na cidade de Milwaukee. Acabou desenvolvendo uma fórmula de um novo sabonete feito à base dos óleos de palmeira (palm) e oliva (olive). Batizou o novo produto de “PALMOLIVE”, que rapidamente se tornou um enorme sucesso entre as famílias americanas.

 

  1. Samsung

De acordo com a empresa, Samsung é uma palavra coreana que significa “tri-star”: três estrelas. O três representa algo que é “grande, numeroso e poderoso”. O desenho das três estrelas estava presente no logo original da marca.

 

  1. Shell

Shell é a palavra inglesa para “concha” (presente no logo da marca) e remete aos fósseis, que, por sua vez, remete aos combustíveis fósseis. Mas a palavra “shell” vem de muito antes.A empresa, criada em 1907, nasceu da união da Royal Dutch Petroleum Company com a The Shell Transport and Trading Company. Esta última foi fundada pelos irmãos Marcus Samuel e Samuel Samuel. Marcus tirou o “shell” do seu pai, que, no começo de 1833, vendia conchas para colecionadores em Londres.

  1. Volkswagen

A logo da Volkswagen é um circulo que envolve um “V” e um “W”, iniciais de Volks (em alemão: povo) e Wagen (vagão, veículo), mais conhecido como carro do povo ou popular.

Também quer que sua marca seja bem representada no mercado? Leia mais dicas de marketing para pequenas e médias empresas no nosso e-book!