A amizade é a palavra-chave que escolas da Rede Adventista de Educação encontraram para fazer a integração dos quase 6 mil alunos que estão retornando às aulas nesta primeira quinzena de fevereiro. Crianças e adolescentes são convidados a participar da Semana da Amizade onde várias atividades voltadas a integração entre aluno/escola, aluno/aluno e aluno/professor estão sendo realizadas.

“Retornar à rotina nem sempre é fácil, tanto para os estudantes, quanto para as famílias por diferentes fatores. Muitas vezes uma mudança de escola, de unidade e até mesmo de turno não é bem digerida pelo aluno e se escola não fizer um movimento para minimizar, o estudante pode ter até o desempenho comprometido em diferentes disciplinas”, explica a coordenadora pedagógica da Rede Adventista de Educação, Fabiana Retamero.

A coordenadora afirma ainda que a integração realizada em diferentes frentes e não em dose única também oferece mais segurança ao aluno e estreita o caminho para o convívio entre os mesmos. “Por isso uma semana dedicada especificamente a amizade em que alunos, professores e colaboradores se conhecem criando um ambiente leve e facilitador do aprendizado dentro da escola”, afirma.

No Colégio Adventista do Boqueirão, por exemplo, os alunos do 6º ano ao 3º ano do Ensino Médio irão assistir ao filme ‘Extraordinário’, que ainda está em cartaz nos cinemas, com o objetivo de trazer temas aos quais todos os alunos dessa faixa etária se deparam diariamente: o preconceito, bullying, opressão. Assuntos estes que um personagem, na mesma idade, sofre na pele a dor da dificuldade em fazer amigos por ser diferente na aparência.

“Uma abordagem desta maneira gera discussão, aproxima os alunos, os faz refletir e os integra a professores e desperta diálogo em família”, explica Fabiana.

As escolas estão promovendo atividades em várias outras áreas e voltadas para as diferentes faixas etárias. Em tempos de redes sociais ativas nas mãos dos alunos, a unidade do Boa Vista resolveu ‘inovar’ buscando uma prática de comunicação, que para a garotada pode soar como ‘antiga’ ou no mínimo não usual.

Os alunos serão convidados a enviar cartas e bilhetes para seus amigos do colégio por meio do Correio da Amizade que funcionará como um correio interno. Os estudantes colocarão seus bilhetes dentro de um envelope, uma espécie de caixa postal, e depois esses bilhetes serão entregues aos destinatários pelos monitores do colégio. “O ato de parar, escrever e pensar na mensagem do remetente promove uma maior aproximação entre as pessoas. E essa prática que queremos resgatar com o alunos nesta semana”, destaca Fabiana.

 

 

Talvez você se interesse por estes artigos.

Fechar Menu