A Governança Corporativa descomplicada nas empresas familiares

0
189

pixabayA governança corporativa deve ser encarada pelas empresas familiares como um detalhe vital para o bom desenvolvimento de todos os negócios da companhia e pela harmonia de todas as relações profissionais e pessoais. Esta governança começa a ficar descomplicada na medida em que o empresário, proprietário da empresa, adquire o entendimento claro de quão distintos são os papeis do controlador, do gestor e do membro familiar.

Esses três subsistemas do processo de governança possuem dinâmicas próprias que devem estar integrados entre si. Exemplificando: O que necessariamente a empresa precisa pode não ser necessariamente o que o familiar ou o sócio precisa naquele momento.

É preciso que se ordene esses três subsistemas e os integre através de regras e instrumentos.

O diretor-presidente da JValério, especializada em empresas familiares,  Eduardo Valério, corrobora que os gestores da empresa familiar precisam assimilar e identificar a existência de todos, como eles atuarão entre si e, se como funcionarão internamente:

“O primeiro passo na direção da definição da governança descomplicada é desenvolver o acordo societário.  Esse acordo tem como objetivo colocar no papel quais são os principais pontos que os sócios definirão com o instrumentos e regras para a gestão da empresa, para a gestão da relação entre os sócios, para a relação dos sócios para com a  empresa e  dos sócios para com os familiares”.

Esse acordo é uma importante ferramenta – a mais poderosa que existe dentro da governança corporativa na visão de Eduardo Valério –   por ser capaz de prevenir muitos problemas que poderão acontecer não apenas na história, mas também no crescimento da empresa e da sociedade e, principalmente, no crescimento da família.  

“O começo deve ser com este acordo de entendimentos que é o acordo societário. Neste documento são colocadas as regras desta relação entre os três subsistemas e desses subsistemas internamente.  Na minha trajetória como consultor procurei desenvolver um mecanismo próprio para empresas de médio porte. O nosso modelo deste instrumento de acordo societário, que chamamos de protocolo societário, é uma ferramenta onde estão previamente alguns temas que deverão obrigatoriamente ser abordados pelos sócios no momento da construção da governança”.

Existem alguns tópicos que são de passagem obrigatória quando se está construindo o protocolo societário:

Bloco Familiar

– Critérios para a sucessão;

– Critérios para o ingresso de familiares na empresa;

– Critérios para a demissão de familiares na empresa;

– Critérios para negócios fora do negócio comum entre si;

– Oportunidades conjuntas de investimento.

 

Bloco Societário

– Direito de preferência;

– Processo de vendas de ações e cotas da empresa entre os sócio e para com terceiros;

– Código de ética;

– Distribuição de lucros e dividendos;

– Decisão de desinvestimentos;

– Formação do conselho de administração.

 

Bloco de Gestão

– Normas de gestão para conduzir os negócios;

– Estrutura organizacional com definição dos fóruns de decisão dentro da empresa;

– Definição das alçadas para investimento e despesas;

– Quais são as linhas de competências dos principais gestores;

– Processo de avaliação da performance.

 

O prazo médio entre o início dos trabalhos e a finalização com assinatura final é de aproximadamente quatro meses. O braço americano da JValério nos Estados Unidos, a GoNext, já executou mais de 100 destes projetos, o resultado final sempre organiza as coisas e dá tranquilidade a gestão e comprova a execução dentro destes prazos.

Foto: Pixabay

 

Sobre Eduardo Valério
Eduardo Valério é graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), especialista em Estratégia e Marketing pela Kellogg Business School e especialista em Governança Corporativa para Empresas Familiares pela Wharton Bussiness School, Pennsylvania. Eduardo é diretor-presidente da JValério Consultoria S/C Ltda, associada à Fundação Dom Cabral (FDC) para os estados do Paraná e Rondônia, e vice-Presidente da Federação Nacional das Associações dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil (FENADVB).


Sobre a JValério
A JValério é uma consultoria associada à Fundação Dom Cabral (FDC), escola de negócios especializada no desenvolvimento de executivos e empresas. A missão da JValério é contribuir para o desenvolvimento das empresas, dos executivos e das pessoas e ser a primeira opção nas soluções empresariais para clientes e parceiros. A JValério busca um crescimento sustentável e atua em vários segmentos, com empresas com as mais diversas características.


JValério – Gestão da Empresa Familiar
Endereço: Praça São Paulo da Cruz, 50 Cj 1507, Cabral, Curitiba.
http://www.jvalerio.com.br/

Fonte: KAKOI Comunicação
www.kakoi.com.br