Canet conquista prêmio Incorporador do Ano por área de referência em planejamento urbano

ADEMI-PR reconhece conjunto de investimentos realizados no Neoville e potencial de atração de novos negócios para o bairro. Anúncio de novo masterplan irá guiar crescimento nos próximos anos.

Kalil Chuchene Filho, presidente da Canet Junior Desenvolvimento Imobiliário S/A, e Marcelo Canet Krause, presidente do Conselho de Administração da Canet, receberam o Troféu Incorporador do Ano 2016. Crédito Foto: Gerson Lima.

A Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (ADEMI-PR) divulgou na última terça-feira, dia 13, a vitória da Canet Junior Desenvolvimento Imobiliário S/A no Troféu Incorporador do Ano 2016, na categoria Incorporador do Ano. O prêmio, que reconhece o trabalho das empresas associadas que mais se destacam pelas boas práticas corporativas, empregadas no planejamento e nos empreendimentos imobiliários no Estado, foi entregue durante cerimônia realizada no Graciosa Country Club.

Dentro do conjunto de novidades apresentadas pela incorporadora, vale destacar o investimento superior a 1,2 milhão que contempla a doação de um terreno e a construção de um quartel com modernas instalações para receber o Comando do 23º Batalhão da Polícia Militar – que assegura ao bairro uma condição elevada dos níveis de segurança -, além da instalação do Centro de Formação e Treinamento da Guarda Municipal, o lançamento imobiliário do condomínio residencial Plaza Valverde, composto por 47 terrenos – e com excepcional evolução de venda -, a inauguração do Neoville Center Mall – empreendimento que abriu suas portas ao público com 70% de seus espaços locados -, a oficialização do Câmpus Neoville da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), a inauguração do Espaço Educacional Amplação, escola bilíngue que atende da Educação Infantil ao Ensino Médio e, por fim, a divulgação do novo Masterplan assumido pelo escritório Baggio & Schiavon.

O presidente da empresa, Kalil Chuchene Filho, reconhece que em meio aos contratempos político-econômicos, de ordem nacional, ocorridos em 2016, a Canet se sobressaiu e conseguiu apresentar inúmeros feitos ao longo do ano. “Enfrentamos, sem dúvida, um ano de ajustes, mas esse cenário delicado não foi maior que a nossa obstinação para cumprir grande parte do nosso planejamento. Neste sentido, fizemos entregas emblemáticas como a inauguração do shopping, viabilizamos uma parceria público-privada com a Polícia Militar, aplaudimos o início das atividades do maior campus da UTFPR – batizado com o nome do bairro – e fomos honrados com a inauguração de uma escola bilíngue, pautada pela inovação, com capacidade para atender cerca de 1.500 estudantes”, detalha.

Segundo censo realizado pela Canet Júnior Desenvolvimento Imobiliário, entre os 3 mil moradores do Neoville, no final de 2015, 91% da população se mostrou satisfeita com o desenvolvimento do bairro, enquanto 93% já recomendaram para amigos e familiares. “Quando realizamos essa pesquisa, a construção do quartel e a abertura do centro comercial eram os pontos mais ressaltados nesse levantamento. Os moradores concordavam com o planejamento da Canet que as duas medidas eram necessidades intrínsecas para a evolução do bairro, que completou sete anos – período em que comercializou mais de 259 mil metros quadrados, distribuídos entre lotes avulsos e incorporações”, conta Chuchene.

Confira a evolução do Neoville em 2016

Até 2007, o Neoville era um vazio urbano com área total de mais de um milhão de metros quadrados, estrategicamente posicionado na região sul de Curitiba, um ponto densamente povoado. “Esse vazio era a ligação natural entre a Cidade Industrial de Curitiba (CIC), o Pinheirinho e Capão Raso. Foi em 2009 que a Canet resolveu empreender ali e iniciou um Masterplan, na ocasião desenvolvido pelo arquiteto Ricardo Amaral. Este espaço foi sendo preenchido de forma consciente, com produtos imobiliários minuciosamente pensados e, um exemplo disso é o comportamento de valorização dos imóveis localizados dentro do Neoville, que hoje valem em média 15% a mais que seus vizinhos da região sul”, observa o presidente da Canet.

A notoriedade da marca Neoville, referência em planejamento urbano, teve sua base construída no lançamento de sete empreendimentos residenciais, que atendem a necessidade de diversos públicos. A diversidade, inclusive, é prerrogativa para atender ao grande número de pessoas que trabalha nas empresas instaladas na Cidade Industrial de Curitiba e que por uma questão de qualidade de vida não querem perder tempo com grandes deslocamentos. “O Plaza Valverde, por exemplo, teve um expressivo volume de áreas comercializadas, ao longo de 2016, e será entregue em janeiro de 2017 com 80% dos lotes vendidos. O fato é que todos os produtos imobiliários que são colocados no Neoville experimentam um fenômeno de boa velocidade de vendas e excelente performance financeira”, destaca Chuchene.

Já o Neoville Center Mall, centro comercial assinado pela dupla de arquitetos Eloi e Carlos Fávaro, foi concebido para ser um elemento arquitetônico sóbrio, que dialogasse com os futuros empreendimentos do bairro. “O shopping é composto por 34 lojas, 14 salas comerciais e compreende 158 vagas em estacionamento coberto, que agregam conforto ao uso diário. Entre os diferencias deste empreendimento, executado pela CRON Engenharia, ressalto o investimento que fizemos em segurança e tecnologia com a instalação de sistemas de monitoramento por câmera, atributo que atraiu diversas marcas fortes, como Caixa Econômica Federal e Salão Marly, e um mix pontuado por serviços essenciais como bares e restaurantes, casa de massas, farmácia, pet shop, salão de beleza e lotérica”, lista. Em breve os clientes poderão contar, ainda, com a instalação de uma brinquedoteca e um parque infantil.

O problema nacional da segurança pública, por sua vez, foi fator determinante para evolução da parceria público-privada, que resultou na construção da sede do quartel para o 23º Batalhão da Polícia Militar. “Sabemos que segurança pública é dever do estado, mas direito e responsabilidade de todos. O Neoville é hoje sinônimo de expansão urbana e exige um olhar atento para acompanhar essa nova comunidade. O bairro foi planejado para ser uma solução de moradia e, consequentemente, um reduto que contemple sistema viário, infraestrutura, lazer e segurança. Por isso a Canet cumpriu a sua parte na doação do terreno para o quartel. Escolhemos um local estratégico do Neoville, com acesso as principais vias, para dinamizar a ação da polícia”, justifica.

O empoderamento do bairro Neoville

Kalil ressalta ainda, que a empresa nunca mediu esforços para proporcionar aos moradores do bairro, que contempla o Bosque do Trabalhador e um parque linear, uma experiência agradável de moradia. “Uma das maiores recompensas por tudo o que já fizemos pelo bairro é saber que todos esses investimentos foram determinantes para que a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), por exemplo, escolhesse a região para iniciar as atividades de seu novo câmpus, batizado de Câmpus Neoville, que atrairá para a região nove mil alunos, professores e funcionários”, frisa. “Na realidade, todo esse movimento feito pela empresa contribuiu para o desenvolvimento social, urbano e de infraestrutura da região que conta com transporte coletivo, ruas asfaltadas, calçadas, iluminação e arborização. Hoje o Neoville é reconhecido como um dos endereços mais nobres da região sul de Curitiba. Devemos considerar que o bairro está a apenas oito minutos do shopping Palladium”, observa.

De acordo com o presidente da Canet Junior Desenvolvimento Imobiliário S/A, o passo seguinte será oferecer parceria aos incorporadores de Curitiba que queiram participar do processo de evolução do bairro. “Temos o maior land bank da região sul, superior a um milhão de metros quadrados, com áreas extraordinárias e excelente visibilidade”, avisa o executivo. “O Neoville surge como resposta para escassez de terreno em outras regiões da cidade, uma vez que alguns terrenos são especialmente caros na região sul, mesmo estando fora das vias de fluxo viário. A grande vantagem é que o Neoville está inserido num ponto de convergência e encontramos inúmeras variáveis dentro dele, com potencial de atração para públicos distintos”, completa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui