Emirates retoma voos de passageiros para nove destinos, incluindo conexões entre o Reino Unido e a Austrália

A partir de 21 de maio, a Emirates vai retomar seus voos para: Londres Heathrow, Frankfurt, Paris, Milão, Madri, Chicago, Toronto, Sydney e Melbourne.*

Emirates retoma voos de passageiros para nove destinos, incluindo conexões entre o Reino Unido e a AustráliaA Emirates anunciou seu plano de retomada de voos programados para nove destinos a partir de 21 de maio: Londres Heathrow Frankfurt, Paris, Milão, Madri, Chicago, Toronto, Sydney e Melbourne.* A companhia aérea também oferecerá conexões em Dubai para clientes que viajam entre o Reino Unido e a Austrália.

Esses voos estarão disponíveis para reserva no site emirates.com.

Os viajantes serão aceitos nesses voos somente se atenderem aos requisitos de elegibilidade e critérios de entrada dos seus países de destino, incluindo aprovação da Federal Authority for Identity and Citizenship (ICA) para os residentes dos Emirados Árabes Unidos que desejam retornar a Dubai.

Adel Al Redha, diretor de operações da Emirates, disse: “Temos o prazer de retomar os voos de passageiros programados para esses destinos, oferecendo mais opções de viagem a clientes dos Emirados Árabes Unidos para essas cidades e entre o Reino Unido e a Austrália. Enquanto isso, trabalhamos com as autoridades para planejar a retomada das operações a outros destinos. Implementamos medidas adicionais de distanciamento social e higienização no aeroporto com a coordenação das autoridades. A segurança e o bem-estar dos nossos funcionários, clientes e comunidades são nossa prioridade principal.”

Voos de repatriação

Além dos serviços programados, a Emirates também continua trabalhando com a colaboração de embaixadas e consulados para facilitar os voos de repatriação de visitantes e residentes que desejam voltar para casa. Nesta semana, a companhia aérea planeja operar voos de Dubai para Tóquio Narita (15 de maio), Conakry (16 de maio) e Dakar (16 de maio).*

Saúde e segurança na Emirates

A segurança e o bem-estar de passageiros e funcionários são a prioridade número 1 da Emirates. Na fase de preparação para a retomada dos voos, a companhia aérea aprimorou várias medidas de precaução durante o processo da viagem de seus clientes.

No aeroporto internacional de Dubai, clientes e funcionários terão suas temperaturas verificadas por meio de medidores térmicos. Barreiras de proteção foram instaladas nos balcões de check-in para aumentar a segurança durante a interação. Luvas e máscaras são obrigatórias a todos os clientes e funcionários no aeroporto. Além disso, a tripulação de cabine da Emirates, os agentes de embarque e a equipe em solo que interagem diretamente com os viajantes usarão equipamentos de proteção individual (EPI), incluindo avental descartável de proteção e viseira de segurança.

Protocolos de distanciamento social também serão implementados neste aeroporto, incluindo indicadores no chão e nas áreas de espera no aeroporto para garantir que os viajantes mantenham uma distância segura.

Por motivos de saúde e segurança e para minimizar a interação a bordo, a Emirates modificou seus serviços de bordo para reduzir o risco de contato e infecção. Durante esse período, não estarão disponíveis revistas e material de leitura impresso. A bagagem de cabine deve ser despachada e os clientes só podem levar na cabine itens essenciais, como notebook, bolsa de mão, maleta ou itens de bebê.

A Emirates iniciou um rigoroso programa de segurança para garantir que as cabines das aeronaves permaneçam limpas e higienizadas. As cabines das modernas aeronaves da Emirates estão equipadas com filtros de ar HEPA, que removem 99,97% dos vírus e eliminam poeira, alergênicos e germes do ar da cabine, fornecendo um ambiente a bordo mais saudável e seguro. Após o voo e pouso em Dubai, cada aeronave passará por um processo de limpeza e desinfecção minuciosas para garantir segurança e higienização adequadas.

Para obter mais informações sobre a Emirates e reserva de voos, visite emirates.com.

*Sujeito à aprovação do governo.

Comments are closed.