Quero ganhar peso, mas não tenho apetite: o que fazer?

Nem todo mundo está em guerra com a balança para emagrecer. Pois é, existem pessoas que apresentam muita dificuldade em ganhar peso ou massa magra. Algumas delas, ainda sofrem mais, pois não sentem vontade de comer. A falta de apetite pode ter muitas causas: reflexo de problemas gastrointestinais, distúrbios hormonais, instabilidades emocionais, ansiedade, depressão, efeito colateral de medicamento, infecção, anemia, entre outras. “É muito importante descobrir o que está causando essa falta de apetite para conseguir combatê-la. O nosso organismo controla o apetite através da comunicação de vários sistemas do nosso corpo, como o central, o digestivo, o endócrino e nervos sensoriais. Fazer refeições saudáveis e equilibradas ajuda a manter o corpo nutrido e com energia para as atividades diárias”, afirma a Dra. Marcella Garcez, médica nutróloga e docente da Associação Brasileira de Nutrologia.

O que fazer para mudar essa situação? Segundo a médica, se você sente falta de apetitemas quer ganhar peso, algumas medidas podem te ajudar. “Divida a quantidade de calorias que consome diariamente em um maior número de refeições. Ou seja, se você possui dificuldade de comer bem em três refeições, experimente comer seis, ou sete vezes ao dia. Porções menores em frequências maiores podem te ajudar a consumir a quantidade de nutrientes ideal”, diz a médica.

Outra opção para ganhar peso é optar por alimentos de baixo volume, mas com alto teor calórico. “Algumas dicas: nozes, pasta de amendoim, tahine, chocolate amargo, azeite de oliva, uva passa, tâmara, ameixas e abacates”, sugere a nutróloga. “Além disso, alguns alimentos são conhecidos como “ativadores de apetite” e também podem trazer benefícios, como é o caso das azeitonas, o agrião, folhinhas de dente-de-leão, alecrim e chicória”, lembra a médica.

Praticar exercício físico também é uma boa estratégia, na medida em que o gasto de energia ajuda a estimular o apetite. “Para quem quer ganhar massa muscular, praticar musculação é vital juntamente com uma boa alimentação, para conseguir a hipertrofia”, diz a médica.

Hábitos ruins também podem acentuar o quadro. A médica sugere evitar cigarros, cafeína e álcool. “É cientificamente comprovado que a nicotina e o café inibem o apetite. Já no caso do álcool, ele fornece tantas calorias que, por regra, a pessoa acaba perdendo a vontade de comer. Além disso, o consumo de álcool em excesso pode, no dia seguinte, causar enjoo e náusea, fazendo com que seja ainda mais difícil pra comer, principalmente em indivíduos que sofrem de problemas gastrointestinais”, explica a médica.

Em resumo, a nutróloga reforça que se a sua perda de apetite for frequente e/ou duradoura, pode ser sintoma de doença e é necessário procurar ajuda médica para diagnosticar e tratar corretamente a causa. “Para manter uma boa rotina de alimentaçãoo ideal é realizar acompanhamento nutrológico. O profissional acompanhará o seu caso e fará uma dieta para o seu tipo de necessidade”, finaliza.

FONTE: DRA. MARCELLA GARCEZ, Médica Nutróloga, Mestre em Ciências da Saúde pela Escola de Medicina da PUCPR, Diretora da Associação Brasileira de Nutrologia e Docente do Curso Nacional de Nutrologia da ABRAN. A médica é Membro da Câmara Técnica de Nutrologia do CRMPR, Coordenadora da Liga Acadêmica de Nutrologia do Paraná e Pesquisadora em Suplementos Alimentares no Serviço de Nutrologiado Hospital do Servidor Público de São Paulo. guilherme.zanette@holdingcomunicacoes.com.br

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Assine a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

spot_img