HOME Geral Dia do Homem: público masculino realiza 35% menos consultas médicas que as...

Dia do Homem: público masculino realiza 35% menos consultas médicas que as mulheres

No Brasil, quase 40% dos homens até 39 anos e 20% daqueles com mais de 40 só vão ao médico quando se sentem mal, segundo a pesquisa Um Novo Olhar para a Saúde do Homem, feita pela revista SAÚDE, a área de Inteligência de Mercado do Grupo Abril e o Instituto Lado a Lado pela Vida, com o apoio da farmacêutica Astellas.  Quase metade dos homens do estudo estavam acima do peso e grande parte apresenta problemas como hipertensão (39%).

Outra pesquisa, realizada pelo Centro de Referência em Saúde do Homem, aponta que 70% das pessoas do sexo masculino vão a consultas médicas acompanhados das mulheres ou dos filhos, e mais de 50% dos homens só procuram tratamento quando algum sintoma atrapalha muito a rotina.

A médica da Eden Clínic, Márcia Simões Kornin, afirma que um corpo em equilíbrio, junto a uma dieta balanceada, contribui para o controle de doenças crônicas, melhora da capacidade cognitiva e saúde em geral. “O público masculino não está acostumado a fazer consultas de rotina. Doenças cardiovasculares, que afetam mais esse público, além de diabetes, hipertensão, hipotireoidismo, ansiedade, obesidade e outros problemas podem ser evitados com um corpo em harmonia”, afirma.

Uma avaliação periódica da saúde permite colocar o corpo em equilíbrio e prevenir doenças. “É importante realizar um check-up a partir dos 25 anos, para avaliar e acompanhar o bom funcionamento do organismo”, explica. Apesar do estresse atingir em maior quantidade as mulheres, ele é também realidade para um grande número de homens no país. “O estresse faz a liberação acelerada de cortisol, adrenalina e noradrenalina, que reduzem o calibre dos vasos e, em longo prazo, potencializa o risco de hipertensão e arritmias cardíacas”, mostra a médica, lembrando que segundo a Organização Mundial da Saúde, as doenças cardiovasculares (Infarto do Miocárdio e AVC) são as principais causas de óbito entre os homens maiores de 35 anos.

Manter a testosterona em níveis adequados também é muito importante para a saúde do homem. “A falta desse hormônio contribui para o aumento da depressão, além de ocasionar um aumento progressivo da gordura abdominal e diminuição da massa muscular”, explica. Márcia lembra que uma dieta equilibrada, exercícios físicos periódicos e manter os exames em dias, com os níveis adequados de vitaminas, minerais e hormônios são essenciais para manter a saúde em dia e o corpo em equilíbrio.

Sobre a Eden Clinic:

Sob o comando da médica Márcia Simões Kornin, a Eden Clinic atua no desenvolvimento de um plano de ação individualizado para cada paciente, que prioriza a saúde, longevidade e qualidade de vida, por meio do tratamento da fisiologia e harmonização hormonal. A clínica oferece equipe multidisciplinar, com o objetivo principal do equilíbrio entre o corpo e a mente, com atendimento psicológico, nutricional e estético, e também consultoria esportiva presencial e online com personal trainer, além da técnica japonesa Seitai, que realiza a harmonização da estrutura óssea, auriculoterapia, e massoterapia, com o método Renata França e de liberação miofascial.

www.edenclinic.com.br

Sair da versão mobile