ANYMARKET abre 20 vagas para desenvolvedores com foco em e-commerce

A plataforma de integração com marketplaces busca profissionais arrojados para trabalhar no modelo home office e na sede da empresa em Maringá

ANYMARKET abre 20 vagas para desenvolvedores com foco em e-commerce

São 20 vagas disponíveis para o trabalho 100% remoto, com exceção das vagas de Junior, que são para atuar na sede da empresa, em Maringá.

Considerado o hub dos grandes players, o ANYMARKET, uma das maiores plataformas de vendas em marketplaces da América Latina para atender ao universo e-commerce, está com 20 vagas abertas.

São 20 vagas disponíveis para o trabalho 100% remoto, com exceção das vagas de Junior, que são para atuar na sede da empresa, em Maringá. As posições são para os níveis Junior, pleno e sênior e a experiência prévia com e-commerce será um diferencial.

Confira os cargos com uma ou mais vagas disponíveis e os requisitos esperados pelos links abaixo:

Quem se interessar em participar do processo seletivo terá a oportunidade de trabalhar em uma empresa que faz parte do Grupo DB1, formado por empresas brasileiras de tecnologia com escritórios no Brasil, Argentina e Estados Unidos, que se preocupa com o crescimento de seus colaboradores e desenvolve em conjunto com o profissional um plano de carreira, focado no acompanhamento contínuo e checkpoints constantes.

O ANYMARKET oferece remuneração compatível com o mercado, pacote atraente de benefícios, um ambiente com metas desafiadoras, possibilita que o colaborador atue em projetos de grande porte e ainda pode contar com a ajuda da empresa para colocar em prática projetos inovadores.

Além disso, o Grupo DB1 está há 10 anos consecutivos entre as melhores empresas para se trabalhar pelo ranking da GPTW (Great Place to Work), em 2019 foi classificado em 2º lugar na categoria “Tecnologia e Computação” entre as 150 melhores empresas para você trabalhar no Brasil, de acordo com pesquisa realizada pela Você S/A, e no Índice de Qualidade do Ambiente de Trabalho (IQTA), avaliado pela mesma revista, obteve a maior pontuação da história da empresa, 89.2, ficando à frente de grandes multinacionais.