Santa Felicidade arrecada doações para ajudar a comunidade afetada pela pandemia

A campanha vai durar dois meses e objetiva atingir famílias carentes de Santa Felicidade e região – Vila Torres, Caximba, Parolin e Portelinha.

O desemprego no Brasil atingiu mais de 14 milhões de brasileiros em janeiro, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), cenário causado pela crise decorrente da pandemia de Covid-19. E, em tempos em que famílias passam por necessidades, faltam itens básicos, ações de solidariedade fazem a diferença.

Pensando nisso, em Curitiba, os moradores de Santa Felicidade uniram-se e criaram o projeto “Santa Solidariedade”, com o objetivo de arrecadar alimentos não perecíveis e de higiene pessoal, para atender às famílias necessitadas do bairro e de outras regiões do seu entorno, como a comunidade Vila Torres, Caximba, Parolin e Portelinha, algumas das mais carentes da cidade.

A iniciativa se deu através da Sociedade Operária Beneficente Esportiva Iguaçu (SOBE Iguaçu), e logo se estendeu para a Associação do Comércio e Indústria de Santa Felicidade (ACISF), reunindo comerciantes, entidades religiosas e moradores, todos em prol da causa.

“O objetivo é arrecadar doações para suprir a necessidade de famílias vulneráveis, colocar comida na mesa de quem não tem nem o básico”, afirma o presidente da Sociedade Iguaçu, Sidnei Toaldo.

 

Lançamento da campanha, da esq. para a dir.: Marcus Bertoli (Presidente da ACISF), Daniela Brum (Advogada da ACISF) e Sidnei Toaldo (Presidente do Iguaçu).

 

Segundo ele, toda a campanha foi montada através de doações, como: a arte, o banner, as faixas, as caixas e as embalagens. A ação acontece pelo período de dois meses, podendo ser estendida, caso necessário.

“Esse é o primeiro projeto registrado em Curitiba, em que um bairro se uniu para uma mesma causa. Pretendemos fazer campanhas de agasalhos, arrecadação de móveis, em casos de força maior, produtos de higiene, brinquedos para crianças, e, também, ações em datas comemorativas, como o Natal”, destacou Toaldo.

As arrecadações serão destinadas às famílias carentes, cadastradas nas seguintes instituições: Paróquia Nossa Senhora da Conceição do Butiatuvinha, SOS Vila Torres, comunidade Damas de Caridade da Igreja matriz de Santa Felicidade e Igreja do Evangelho Quadrangular do bairro.

Para doar, basta ir aos pontos de comércio de Santa Felicidade. “Todas as doações serão muito bem-vindas”, diz Toaldo.

Para informações, entre em contato pelo telefone (41) 99582-1366 (ACISF).

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui