Jesse Beaman propõe uma reflexão e uma pausa poética e melancólica no seu novo álbum “Mira”

O compositor e multi-instrumentista americano de ascendência latina Jesse Beaman une ambient, trip hop e camadas sonoras que criam um universo próprio em seu novo álbum “Mira”. Como que pedindo um respiro em meio ao caos, o disco já entrega em seu nome uma busca por contemplação e pausa. Produzido por Brandon Curtis (Interpol, Secret Machines), o trabalho está disponível em todas as plataformas de música pelo selo mexicano PYL Records.

“Mira” é o primeiro trabalho que Beaman lança assinando com seu nome e foi produzido e gravado em um período de dois anos no estúdio de Curtis em Vermont. Jesse começou sua carreira musical há mais de 10 anos, gravando e se apresentando como My Empty Phantom. Com esse nome, ele viajou extensivamente por 23 países com This Will Destroy You, White Denim, Julianna Barwick, Cocorosie e Silver Mt. Zion e impressionando com suas performances como de one-man-band.

Ao longo dos anos, Jesse Beaman desenvolveu um estilo que passa entre o rock ambient, experimental e o minimalismo. Seu som versátil o levou a compor trilhas sonoras para a National Geographic e filmes independentes. Em 2016, lançou o disco “Collection Of Memories” (PYL Records).

Atualmente, ele tem se ocupado com novos empreendimentos e projetos paralelos. Beaman foi cofundador da produtora e gravadora MAX / MIN ao lado de Brandon Curtis e fundou o grupo coletivo Tepo Magico, com Sam Fogarino (Interpol), Joe Berry (M83), Steve Terebecki (White Denim), Jeremy Galindo (This Will Destroy You) e Martin Dosh (DOSH e Andrew Bird).

Com lançamento do selo mexicano PYL Records, “Mira” está disponível em todas as plataformas de música.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui