Poltrona de amamentação: como deve ser o móvel ideal para os cuidados do bebê

Arquiteta Isabella Nalon dá dicas para as mamães, principalmente as de primeira viagem, escolherem a poltrona mais confortável e estilosa para o quarto do bebê

Poltrona de amamentação: como deve ser o móvel ideal para os cuidados do bebê
Antes de escolher a poltrona de amamentação para o quarto do bebê, é preciso analisar o espaço para o móvel esteja em uma posição confortável para a utilização. Nesse projeto da arquiteta Isabella Nalon, o sofá cama foi o local eleito para os momentos entre mãe e filha. O pufe complementa a comodidade das pernas | Foto: Julia Herman

A amamentação é um dos períodos mais bonitos da maternidade, onde mãe e bebê estão conectados pelo laço afetivo que este momento proporciona. Porém, essa fase também pode trazer algumas dificuldades em relação ao conforto na hora de amamentar: por isso as poltronas de amamentação são fundamentais para que a genitora possa alimentar e ninar seu neném de forma aconchegante e acolhedora.

Mas além da parte funcional, este móvel pode fazer parte da decoração do ambiente seguindo o estilo planejado. Vale lembrar que existem diversos tipos de poltronas de amamentação, podendo gerar dúvidas antes de decidir por aquela que melhor atenda às necessidades. A arquiteta Isabella Nalon, à frente do escritório que leva o seu nome, dá dicas que ajudarão nesse processo. “Compreendo as dúvidas, pois o mercado dispõe de inúmeras opções, desde as tradicionais, aquelas com estilo mais contemporâneo, de design, estofadas e inclusive as que também se tornam uma cama de solteiro, entre outras. O fundamental é que, independentemente do modelo, a peça seja agradável para ambos”, comenta.

Poltrona de amamentação: como deve ser o móvel ideal para os cuidados do bebê
Neste projeto da arquiteta Marina Carvalho, a poltrona de amamentação conta com uma banqueta de apoio para as pernas. Seu estilo acompanha o décor | Foto: Evelyn Müller

Escolhendo a poltrona

Ainda pensando no conforto, para deixar a mamãe bem acomodada o ideal é escolher uma poltrona com braços, pois ajuda a descansar e apoiar melhor o bebê. Outro detalhe importante está relacionado à altura dos braços, que não deve ficar nem muito baixo e nem muito alto, e sim em uma altura ideal pode evitar dores nas costas e nos ombros. O encosto da cabeça também é um ponto a ser observado antes da compra e, no olhar materno de Isabella, será um aliado principalmente nos períodos noturnos.

Geralmente, as mais recomendadas são as com balanço, que coopera na hora de ninar o bebê. Entretanto, a arquiteta adverte que, em certos casos, essa pode não ser a melhor alternativa. “Se a puérpera fez uma cesariana, por exemplo, sentar-se em uma poltrona de balanço pode ser um pouco mais difícil. E sobre o balanço, tem a questão de a mamãe acostumar a criança a dormir com o movimento. Trata-se de uma decisão muito pessoal”, relativiza.

Espaço disponível

Antes de adquirir a poltrona de amamentação, pensar no espaço onde ela ficará é fundamental. Em muitas ocasiões, a questão estética acaba chamando mais a atenção, já que existem poltronas de vários tipos e estilos. “Com isso, o tamanho do ambiente que receberá o móvel passa despercebido na hora da escolha”, diz a arquiteta. Seu conselho é comprar tendo em mãos as medidas do cômodo para ter certeza de que o assento escolhido tem as dimensões compatíveis com o cômodo.

Segundo Isabella, a poltrona de amamentação não se limita apenas ao quarto e pode estar em outros locais da residência, já que em certos casos acaba não se encaixando no cômodo. “Se não tiver espaço no quarto para colocar o poltrona de amamentação e tiver que fazer isso na sala, o caminho será eleger uma poltrona que, além de todas as referências que abordamos, também combine com o décor da casa”, ressalta.

Poltrona de amamentação: como deve ser o móvel ideal para os cuidados do bebê
Neste quarto de bebê projetado pela arquiteta Marina Carvalho, a poltrona de amamentação é complementado por um pufe que garante mais conforto para a mãe amamentar | Foto: Evelyn Müller

Decoração

Como já foi dito, a poltrona de amamentação também traz consigo a beleza no design, servindo como um elemento decorativo dentro do cômodo. O ideal é analisar a paleta de cores e o modelo dos outros móveis que estarão em volta. Para não errar, prefira aquelas que tenham cores neutras, assim se encaixará com mais facilidade no ambiente e não ficará cansativo ao olhar.

Cuidados

Como o recém-nascido terá um grande contato com o móvel, requer-se também outros cuidados. A higienização é o primeiro ponto a ser destacado: deixar a poltrona sempre limpa resultará em uma melhor utilização e produtos neutros e antialérgicos são os mais recomendados para fazer a limpeza. “Situações corriqueiras fazem parte dos primeiros meses…bebês regurgitam, vomitam, o leite escapa e a fralda vaza. Então, tecidos fáceis de limpar, como o tecido sintético, ecológico ou um tecido de alta performance, que sejam impermeáveis e protegidos, são aliados”, exalta. Outra dica importante é a utilização de uma capa de sarja removível e que permita retirar para lavagem na máquina.

Poltrona de amamentação: como deve ser o móvel ideal para os cuidados do bebê
O material do estofado deve ser de fácil limpeza para que a mamãe não tenha que se esforçar para limpar. Acidentes são inevitáveis no cotidiano | Foto: Evelyn Müller

Outros itens

Para aumentar ainda mais o descanso da mãe, a poltrona de amamentação pode estar acompanhada com outros itens como pufes e almofadas. Em muitas lojas, o pufe já acompanha a poltrona justamente para oferecer bem-estar, tanto na hora de amamentar, quanto na hora de ninar o bebê. “Mas também é possível comprar separadamente e pedir para confeccionar de acordo com o estilo do ambiente, montando uma peça única e personalizada”, relata Isabella. A almofada é outro acessório a ser considerado, principalmente para as mamadas noturnas. “Uma mesinha ao lado também é super bem-vinda, para apoiar algum objeto que a mãe esteja carregando”, finaliza.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui