Dia Internacional da Dança: TikTok incentivou a prática, mas é possível ir além

Professora de dança explica quais os benefícios e restrições das coreografias famosas do app

Dia Internacional da Dança: TikTok incentivou a prática, mas é possível ir alémO dia 29 de abril celebra o Dia Internacional da Dança, instituído em 1982 pelo Comitê Internacional da Dança da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco). A data marca o nascimento de Jean-Georges Noverre, mestre francês. No Brasil, a data coincide com o aniversário da bailarina Marika Gidali, uma das fundadoras do Ballet Stagium, em São Paulo.

A dança está mais atual do que nunca, pois invadiu o mundo virtual das redes sociais. “Especialmente com a pandemia esse fenômeno ganhou força, pois isolados em casa, criar e recriar coreografias curtinhas ganhou muitos adeptos em todo o mundo”, explica a professora de dança do Colégio Marista Maringá, Sophia Alves Gonçalves.

Quem dança seus males espanta

A dança traz diversos benefícios para o corpo e para a mente. A professora lista vantagens como a melhora da saúde física, condicionamento, capacidade pulmonar e coordenação motora. Além dos atributos físicos, a questão mental também é importante, ressalta. “Dançar, mesmo que dentro de casa, copiando uma coreografia, ajuda a lidar com a vergonha, melhora a autoestima e pode estimular o desenvolvimento cognitivo”.

No entanto, é válido ressaltar que nem só de TikTok vive a dança. Sophia conta casos engraçados de alunos após a pandemia, que perguntaram da onde ela havia copiado a coreografia da aula, por exemplo. “Muitos jovens descobriram a dança por meio do aplicativo, então é preciso mostrar a eles que existe um universo inteiro em torno da dança, com diferentes estilos e modalidades, muito além dos vídeos curtos que viralizam na internet”, explica.

Como recomendação profissional, ela indica que quem se descobriu na dança no TikTok e pratica informalmente pode aprofundar os conhecimentos com orientação de professores. “Conhecer e praticar outras modalidades traz ainda mais benefícios físicos e mentais e pode agregar para outros setores da vida, como maior concentração nos estudos, melhor conhecimento corporal e socialização”.

Sobre os Colégios Maristas

Os Colégios Maristas estão presentes no Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e São Paulo com 19 unidades. Nelas, os mais de 25 mil alunos recebem formação integral, composta pela tradição dos valores Maristas e pela excelência acadêmica. Por meio de propostas pedagógicas diferenciadas, crianças e jovens desenvolvem conhecimento, pensamento crítico, autonomia e se tornam mais preparados para viver em uma sociedade em constante transformação. Saiba mais em www.colegiosmaristas.com.br.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui