HOME + Mais Negócios Tecnologia brasileira: primeira piscina de surf coberta e aquecida do mundo conta...

Tecnologia brasileira: primeira piscina de surf coberta e aquecida do mundo conta com tecnologia 100% nacional

Gêmeos digitais e inteligência artificial serão usados para criar ondas perfeitas e melhorar a experiência do treino e prática do surf

No segundo semestre de 2024, o Brasil ganha sua primeira piscina de surf coberta e aquecida: a Surf Center, um clube esportivo com um centro de treinamento completo para a prática de diferentes modalidades, com foco no desenvolvimento dos praticantes do surf. Foram oito anos para desenvolver um sistema gerador de ondas que competisse com as tecnologias de terceira geração existentes no mercado. O gerador de ondas GT3K da Surf Center é o primeiro 100% nacional no segmento de ondas artificiais dinâmicas com patente depositada.

Com tecnologia inteligente, a flexibilidade permite criar diversos tipos de ondas, exclusivas para cada praticante, além de baixo custo operacional e de manutenção, já que o mecanismo para a fabricação fica fora da água. “A inovação da Surf Center só é possível pelas parcerias com grandes empresas, como a Siemens e a Surf Eye, que usam tecnologia de ponta tanto para gerar competitividade, viabilidade e redução de custos para o projeto, como melhorar a experiência do usuário, com mecanismos que proporcionam a evolução no esporte”, afirma o diretor executivo da Surf Center, Mario Henrique Lima.

O projeto da piscina de surf conta com a validação da Siemens Digital Industries Software, com a solução de gêmeo digital do portfólio Xcelerator da Siemens Software, que simula a realidade em um ambiente digital. A Surf Center conseguiu reduzir o investimento em infraestrutura, otimizar o consumo energético, além de acelerar seu tempo de lançamento devido à virtualização dos protótipos, ganhando também competitividade com a redução de custos dos protótipos físicos. “Os gêmeos digitais, oferecem previsibilidade para o projeto, repetibilidade dos testes operacionais e modulação das etapas de acordo com as necessidades de cada espaço estudado, além de acelerar o time-to-market dos projetos em até 50%”, explica o CEO da Siemens Software para América do Sul, Daniel Scuzzarello.

Além da tecnologia de gêmeos digitais, os sócios da Surf Center contam com a Inteligência Artificial para melhorar sua experiência com o esporte. Em uma parceria com a Surf Eye, empresa europeia líder em tecnologia em vídeo de surf para gravação automatizada do esporte no oceano e em piscinas de surf, os sócios poderão contar com uma rede de câmeras alimentadas por inteligência artificial, projetadas para gravar e editar automaticamente as sessões dos surfistas. Ao entrar no sistema da Surf Eye, é possível rastrear a sessão de surf, selecionar a onda ou o momento e fazer o download das gravações de surf, possibilitando a surfistas de todos os níveis obter insights mais profundos sobre seu desempenho e impulsionar seu progresso.

Na primeira Surf Center, que será inaugurada no segundo semestre de 2024 em Curitiba, as ondas podem variar de meio metro a um metro, com duração de 8 a 12 segundos, com até 240 ondas por hora. Mas, como colocar surfistas de diferentes níveis para praticar ao mesmo tempo na piscina? Mais uma vez a empresa usa a tecnologia ao seu favor. A equipe de automação da Surf Center criou uma pulseira inteligente que permite que surfistas de diferentes níveis possam surfar no mesmo horário: um telão mostra a ordem das ondas emitidas, conforme os dados de cada praticante, e chama o surfista quando for a vez da sua onda perfeita. A tecnologia usada é a RFID, que funciona por meio de transmissão via rádio, permitindo o armazenamento e a retenção de informações, com um chip e uma antena que permitem a comunicação entre o usuário e a central de controle. “Não terá a hora do iniciante, nem do avançado. Todos poderão surfar juntos, integrando diferentes níveis e proporcionando a interação entre os sócios, independentemente do nível de cada um”, comemora Lima.

A piscina de ondas da Surf Center pode ser replicada em qualquer lugar, em um espaço de um campinho de futebol. Com 40 x 90 m, já é possível reproduzir a tecnologia exclusiva da Surf Center. A tecnologia exclusiva proporciona condições ideais de implantação da instalação em áreas urbanas, dadas suas características de construção em um modelo compacto o suficiente para grandes cidades, resorts e até instalações privadas. Não há limite máximo de área, pois a tecnologia é modular, ou seja, mais módulos podem ser adicionados para estender o comprimento das ondas e, consequentemente, o tempo de surf.

A Surf Center Curitiba é um clube esportivo, exclusivo para sócios e voltado para toda a família, com um centro de treinamento completo para a prática de diferentes modalidades.  Além da piscina de surf, os sócios e suas famílias poderão usufruir da academia de musculação totalmente equipada e diversas modalidades de práticas esportivas, entre elas o treinamento Crossurf®️, aulas de surf no Método Brasil Surf®️ de Ensino, lutas e pilates de aparelho. O clube oferecerá ainda um skate park de 250 metros quadrados e quadras de beach tennis, além de uma parede de escalada.

SEM COMENTÁRIOS

Sair da versão mobile