HOME Vida e Saúde Mitos e verdades da dieta enteral

Mitos e verdades da dieta enteral

Setor deve movimentar mais de US$10 bilhões até 2028, ajudando pessoas com as mais diversas doenças

 

O setor global de fórmulas de alimentação enteral está em constante crescimento, com previsão de aumentar de US$8,34 bilhões, em 2023, para US$10,74 bilhões, até 2028. Esse crescimento é impulsionado pelo aumento na incidência de distúrbios metabólicos e crônicos, assim como pelo expressivo investimento com cuidados aos pacientes e pelo aumento da população idosa. Nesse panorama, é importante entender sobre as peculiaridades dessa dieta, que proporciona nutrição, saúde e bem-estar de pessoas com as mais diversas doenças.

 

Segundo a nutricionista da Prodiet, Luísa Trindade, a dieta enteral consiste em uma alimentação líquida, obtida de forma artesanal ou pelo uso de fórmulas industrializadas, as quais contêm a maioria, ou todos, os nutrientes necessários para atender às necessidades nutricionais diárias. “A dieta enteral é uma alimentação especial, que conta com um teor de nutrientes controlado, em formulações isoladas ou combinadas, especialmente desenvolvida para administração por sondas ou via oral. Geralmente, essa dieta é indicada para indivíduos que não conseguem se alimentar por via oral ou que necessitam de uma ingestão calórica superior à proporcionada por uma dieta convencional. Além disso, é uma dieta que pode ser administrada em ambientes hospitalares, ambulatoriais e domiciliares”, explica.

 

Luísa conta que existem diversas situações em que a nutrição enteral pode ser administrada, como nos casos em que os pacientes não podem alimentar pela via oral (traumas, câncer, má formação congênita, disfagia, doenças neurológicas), nos casos em que não conseguem se alimentar ou apresentam ingestão insuficiente (síndrome do intestino curto, desnutrição, queimaduras graves, câncer, fístulas, cirurgias digestivas) ou em casos onde esses pacientes não querem se alimentar (transtornos alimentares como a anorexia). “Além disso, a dieta enteral pode ser uma aliada na recuperação e/ou manutenção do estado nutricional de pacientes que necessitam de suporte nutricional, seja durante a internação hospitalar ou em casa”, afirma.

 

A Prodiet Medical Nutrition lançou, no último mês, a linha RTH 1L, a primeira embalagem cartonada do mundo pronta para pendurar, oferecendo praticidade e segurança nos cuidados de saúde hospitalares. Com mais de 40 produtos, a linha RTH promete inovação e excelência nutricional, além de uma relação custo-benefício atrativa para os hospitais. A novidade simplifica a administração de dietas enterais, proporcionando conexão direta nos equipos e promovendo a sustentabilidade.

A linha RTH surge como uma resposta às demandas crescentes por produtos de alta qualidade, aliadas à praticidade, segurança e sustentabilidade no mercado de dietas enterais. Com os primeiros produtos a serem lançados, como o Trophic 1.5 RTH 1L e o Trophic Basic RTH 1L, a linha RTH visa fornecer fórmulas enterais com a qualidade que já são estabelecidas associadas à inovação e facilidade na administração nas versões de 1L, com previsão de lançamento de outras fórmulas para atender diferentes necessidades nutricionais, como por exemplo, fórmulas para controle glicêmico, com alto teor de proteínas e adição de fibras.

 

Mitos e verdades sobre a dieta enteral

 

A dieta enteral pode ser necessária em casos de disfagia grave

Verdade – Para pacientes com dificuldade em engolir, a dieta enteral pode ser a única maneira segura de garantir a ingestão adequada de nutrientes.

 

A dieta enteral é apenas para pacientes gravemente doentes

Mito – A dieta enteral pode ser prescrita para uma variedade de condições clínicas, desde casos graves até aqueles em que a ingestão oral é insuficiente para atender às necessidades nutricionais do paciente.

 

A dieta enteral deve ser prescrita por profissionais de saúde qualificados

Verdade – A indicação, prescrição e o acompanhamento da dieta enteral são feitos por médicos e nutricionistas capacitados para avaliar as necessidades nutricionais do paciente.

 

A dieta enteral é sempre administrada por meio de sondas nasoenterais

Mito – Embora as sondas nasogástricas ou nasoenterais (inseridas pelo nariz com alcance no estômago ou intestino, respectivamente) sejam comuns na administração de dieta enteral, a administração da dieta enteral também pode ser feita pela gastrostromia ou jejunostomia, comumente utilizadas para longos períodos de utilização da dieta enteral.

 

A dieta enteral pode ser uma forma eficaz de fornecer nutrientes para o corpo

Verdade – Quando administrada corretamente, a dieta enteral pode garantir a adequada nutrição do paciente, fornecendo todos os nutrientes necessários para a manutenção da saúde e/ou recuperação.

 

Sobre a Prodiet Medical Nutrition:

A Prodiet Medical Nutrition é uma empresa brasileira que se destaca pelo desenvolvimento e comercialização de fórmulas nutricionais especializadas para atender às necessidades específicas dos profissionais de saúde e consumidores. Com mais de 15 anos de experiência no mercado, a Prodiet é comprometida em oferecer soluções inovadoras que promovam a saúde e o bem-estar de seus pacientes. A empresa busca constantemente transcender o cuidado físico por meio da nutrição, aliando tecnologia e pesquisa para desenvolver produtos de qualidade excepcional. Com certificações importantes como FSSC 22000, Halal e selo ESG em foco, os mais de 40 produtos do seu portfólio são distribuídos para todo o país e, também, para o Oriente Médio, América Latina, Europa e Ásia.

SEM COMENTÁRIOS

Sair da versão mobile