Apresentando modelo de moda compartilhada, primeira AMA Curitiba é sucesso de público

O sucesso de um evento de moda se mede pela qualidade das marcas participantes e pelo interesse do público. Por essas duas métricas a primeira edição da AMA Curitiba já pode ser colocada como um marco do cenário fashion local.
Entre os dias 10 e 12 setembro, a AMA levou mais de mil pessoas à Sala Paranaguá, do Memorial de Curitiba, para assistir aos desfiles de nove marcas locais. Na ordem, desfilaram Rodrigo Alarcón,  ABÔ Tricot, Rêve, Reptilia&GuerraGalas, Gildo Kist, MNOVAK, Daisy Rieke, Damatta e Silmar Alves. “Ficamos felizes com o resultado porque o público entendeu a nossa proposta e compareceu. De seu lado, as marcas fizeram a parte delas apresentando coleções criativas que na passarela revelaram a diversidade de estilo e de produto da moda autoral curitibana”, diz Nereide Michel, co-idealizadora da AMA ao lado do produtor Paulo Martins.
A AMA também exemplificou na prática o compartilhamento, uma das vertentes da Economia Criativa. Algumas das marcas participantes foram muito além dos seus próprios desfiles, fornecendo acessórios e roupas para outras grifes. Foi o caso de Rodrigo Alarcón (joias), presente nas apresentações de Gildo Kist e Silmar Alves, e Reptilia, que vestiu as modelos no desfile de bolsas da MNOVAK. Outros estilistas não participantes, mas com forte característica autoral, se fizeram presentes em parcerias, como foi o caso de Francesca Córdova, que desenvolveu o figurino do desfile de joias de Rodrigo Alarcón.
Dezenas de profissionais e parceiros se revezaram nos bastidores da AMA. A beleza de todos os desfiles ficou sob a responsabilidade da escola de profissionais da rede Lady&Lord. Os produtores Paulo Martins, Clé Carrer e Robson Schultz, parceiros há anos, encabeçaram as produções dos desfiles. A iluminação teve o toque mágico do premiado Beto Bruel e  trilhas sonoras foram assinadas por Beto Kloster e Rodrigo Lemos, bastante conhecidos na cena musical brasileira. “Estávamos com saudades dos bastidores e foi muito bom ver o envolvimento de todos e o trabalho de qualidade que pudemos apresentar nesta primeira AMA Curitiba. O público gostou e isso nos dá confiança e estímulo para pensar a próxima edição”, avalia Paulo Martins, diretor-artístico da AMA.
Exposição e engajamento
Os gestores de cultura também reconheceram a AMA como uma iniciativa de fomento à economia criativa e compartilhada, que estreita os laços entre a moda e a cultura. O presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordiolli, compareceu no primeiro dia do evento. E o secretário estadual da Cultura, João Luis Fiani, esteve presente na última noite.
Além de ter sido prestigiada pelos mais importantes meios de comunicação e blogs de moda da região, a AMA protagonizou um fenômeno dos novos tempos: um grande engajamento espontâneo nas redes sociais, ampliando o alcance do evento para além das fronteiras.
Vale ressaltar, que a AMA abriu espaço para marcas que têm sua base em Curitiba, coroando a capital como a “cidade dos ateliês”. E mesclou grifes consolidadas no mercado como Rodrigo Alarcón, MNOVAK  e Gildo Kist ao trabalho de jovens estilistas como Heloisa Strobel Jorge (Reptilia), as irmãs Camilla e Cyntia Damatta (Damatta) e Gabriela e Ana Carolina Abdulmassih (ABÔ). Também estreando na passarela, marcas em processo de expansão como a Rêve e Daisy Rieke (calçados de luxo). A edição marcou o retorno às passarelas do professor e estilista Silmar Alves, que representa como ninguém a interseção entre moda e cultura. Nesta edição ele se inspirou na carismática Miss Paraná 1930, Didi Caillet, uma mulher à frente do seu tempo.
AMA Curitiba 2015
Idealização e Coordenação: Paulo Martins e Nereide Michel
Realização: IMOP/Instituto de Moda do Paraná
Produção: OX Comunicação de Moda Produções e Eventos
Coordenação geral: NaModa Comunicação de Estilo
Apoios: Fundação Cultural de Curitiba, Agência Curitiba, IBQP – Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade, Lady & Lord – Centro de Formação de Profissionais da Beleza, Bendita Catarina, Mirrage Convites e Design e Dani Brito Bureau de Comunicação
fotógrafo Valterci Santos

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.