Apresentando modelo de moda compartilhada, primeira AMA Curitiba é sucesso de público

O sucesso de um evento de moda se mede pela qualidade das marcas participantes e pelo interesse do público. Por essas duas métricas a primeira edição da AMA Curitiba já pode ser colocada como um marco do cenário fashion local.
Entre os dias 10 e 12 setembro, a AMA levou mais de mil pessoas à Sala Paranaguá, do Memorial de Curitiba, para assistir aos desfiles de nove marcas locais. Na ordem, desfilaram Rodrigo Alarcón,  ABÔ Tricot, Rêve, Reptilia&GuerraGalas, Gildo Kist, MNOVAK, Daisy Rieke, Damatta e Silmar Alves. “Ficamos felizes com o resultado porque o público entendeu a nossa proposta e compareceu. De seu lado, as marcas fizeram a parte delas apresentando coleções criativas que na passarela revelaram a diversidade de estilo e de produto da moda autoral curitibana”, diz Nereide Michel, co-idealizadora da AMA ao lado do produtor Paulo Martins.
A AMA também exemplificou na prática o compartilhamento, uma das vertentes da Economia Criativa. Algumas das marcas participantes foram muito além dos seus próprios desfiles, fornecendo acessórios e roupas para outras grifes. Foi o caso de Rodrigo Alarcón (joias), presente nas apresentações de Gildo Kist e Silmar Alves, e Reptilia, que vestiu as modelos no desfile de bolsas da MNOVAK. Outros estilistas não participantes, mas com forte característica autoral, se fizeram presentes em parcerias, como foi o caso de Francesca Córdova, que desenvolveu o figurino do desfile de joias de Rodrigo Alarcón.
Dezenas de profissionais e parceiros se revezaram nos bastidores da AMA. A beleza de todos os desfiles ficou sob a responsabilidade da escola de profissionais da rede Lady&Lord. Os produtores Paulo Martins, Clé Carrer e Robson Schultz, parceiros há anos, encabeçaram as produções dos desfiles. A iluminação teve o toque mágico do premiado Beto Bruel e  trilhas sonoras foram assinadas por Beto Kloster e Rodrigo Lemos, bastante conhecidos na cena musical brasileira. “Estávamos com saudades dos bastidores e foi muito bom ver o envolvimento de todos e o trabalho de qualidade que pudemos apresentar nesta primeira AMA Curitiba. O público gostou e isso nos dá confiança e estímulo para pensar a próxima edição”, avalia Paulo Martins, diretor-artístico da AMA.
Exposição e engajamento
Os gestores de cultura também reconheceram a AMA como uma iniciativa de fomento à economia criativa e compartilhada, que estreita os laços entre a moda e a cultura. O presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordiolli, compareceu no primeiro dia do evento. E o secretário estadual da Cultura, João Luis Fiani, esteve presente na última noite.
Além de ter sido prestigiada pelos mais importantes meios de comunicação e blogs de moda da região, a AMA protagonizou um fenômeno dos novos tempos: um grande engajamento espontâneo nas redes sociais, ampliando o alcance do evento para além das fronteiras.
Vale ressaltar, que a AMA abriu espaço para marcas que têm sua base em Curitiba, coroando a capital como a “cidade dos ateliês”. E mesclou grifes consolidadas no mercado como Rodrigo Alarcón, MNOVAK  e Gildo Kist ao trabalho de jovens estilistas como Heloisa Strobel Jorge (Reptilia), as irmãs Camilla e Cyntia Damatta (Damatta) e Gabriela e Ana Carolina Abdulmassih (ABÔ). Também estreando na passarela, marcas em processo de expansão como a Rêve e Daisy Rieke (calçados de luxo). A edição marcou o retorno às passarelas do professor e estilista Silmar Alves, que representa como ninguém a interseção entre moda e cultura. Nesta edição ele se inspirou na carismática Miss Paraná 1930, Didi Caillet, uma mulher à frente do seu tempo.
AMA Curitiba 2015
Idealização e Coordenação: Paulo Martins e Nereide Michel
Realização: IMOP/Instituto de Moda do Paraná
Produção: OX Comunicação de Moda Produções e Eventos
Coordenação geral: NaModa Comunicação de Estilo
Apoios: Fundação Cultural de Curitiba, Agência Curitiba, IBQP - Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade, Lady & Lord - Centro de Formação de Profissionais da Beleza, Bendita Catarina, Mirrage Convites e Design e Dani Brito Bureau de Comunicação
fotógrafo Valterci Santos

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu