Balança comercial: superávit de 554 milhões na 1ª semana de setembro

O saldo da balança comercial da primeira semana de setembro de 2015, com quatro dias úteis, ficou superavitário em US$ 554 milhões. O resultado é reflexo de exportações de US$ 3,166 bilhões e de importações de US$ 2,612 bilhões. No ano, as exportações totalizaram US$ 131,513 bilhões, as importações US$ 123,657 bilhões e o superávit US$7,856 bilhões. Os dados foram divulgados hoje pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).
No período, a média diária das exportações somou US$ 791,5 milhões, valor 7,3% maior que a média diária registrada no mês de agosto, quando chegou a US$ 737,4 milhões. Nesse comparativo, cresceram as exportações de produtos das três categorias: semimanufaturados (+14,1%), manufaturados (+8,9%) e básicos (+4%). Já na comparação com a média diária do mês de setembro do ano passado (US$ 891,6 milhões), o desempenho médio diário verificado na 1ª semana de setembro de 2015 foi 11,2% menor. Nessa comparação, foi verificada queda nas vendas externas de produtos básicos (-14,6%) – principalmente por conta de farelo de soja, petróleo em bruto, algodão em bruto, minério de ferro, fumo em folhas, café em grão e carne de frango –;produtos manufaturados (-7,7%) – devido a açúcar refinado, motores e geradores elétricos, aviões, pneumáticos, veículos de carga, máquinas para terraplanagem e óleos combustíveis – e semimanufaturados (-4,6%) – especialmente por ferro fundido, semimanufaturados de ferro e aço, açúcar em bruto e madeira serrada ou fendida.
As importações na primeira semana de setembro apesentaram média diária de US$ 653 milhões, 7,2% acima da média diária de agosto de 2015, com alta nas importações de aeronaves e peças (+188,3%), adubos e fertilizantes (+67,3%), produtos farmacêuticos (+44,7%) e instrumentos de ótica (+17,3%). No comparativo com setembro do ano passado (US$ 934,5 milhões), houve queda de 30,1%. Foram observadas retrações nas compras de combustíveis e lubrificantes (-73,4%), produtos siderúrgicos (-37,5%), aparelhos eletroeletrônicos (-33,3%), equipamentos mecânicos (-22,9%) e veículos automóveis e partes (-21,5%).
Ano

Até a primeira semana de setembro, as exportações totalizaram US$ 131,513 bilhões e as importações, US$ 123,657 bilhões, gerando um superávit US$ 7,856 bilhões. As exportações acumularam média diária de US$ 773,6 milhões, valor 16,5% menor que o verificado no mesmo período de 2014 (US$ 926 milhões). As importações apresentaram desempenho médio diário US$ 727,4 milhões, 21,7% abaixo do registrado no mesmo período de 2014, quando a média diária das importações foi de US$ 929,4 milhões. No ano, a corrente de comércio soma US$ 255,170 bilhões, com desempenho médio diário de US$ 1,501 bilhão. O valor é 19,1% menor que o verificado em 2014 (US$ 1,855 bilhão).

<ASCOM@mdic.gov.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.