Gasto médio do turista internacional no Peru foi maior em 2014

  São Paulo, 2de Setembro de 2015 – A despesa média do turista internacional no Peru passou de US$ 985 (em 2013) para US$ 992 (em 2014), valor muito próximo da média mundial, que é de US$ 1.100. Os dados são do Perfil do Turista Estrangeiro 2014, novo estudo da série “O Turismo em Cifras”, produzido pelo Ministério do Comércio Exterior e Turismo do Peru (MINCETUR) em parceria com a PROMPERÚ (Comissão de Promoção do Peru para a Exportação e o Turismo), divulgado esta semana pela ministra do Comércio Exterior e Turismo (MINCETUR) e Presidenta do Conselho Diretor da PROMPERÚ, Magali Silva Velarde-Álvarez. De acordo com o estudo, a quantidade de turistas estrangeiros no Peru também aumentou. “Enquanto o turismo receptivo mundial experimentou condições econômicas pouco favoráveis de alguns dos maiores mercados emissores, o Peru recebeu, em 2014, a visita de 3,21 milhões de turistas internacionais. O turismo no Peru representa em torno de 4% do PIB, gerando mais de um milhão de empregos”, disse a ministra Magali Silva.

Em 2014, o volume de chegadas de turistas internacionais teve um aumento de 4% em todo o mundo, chegando a de 1,133 bilhões de pessoas e gerando uma receita de US$ 1,24 bilhões de dólares. A América do Sul capturou 2,5% desse total de chegadas, com um movimento econômico de US$ 26 milhões (um acréscimo de 3,2% na comparação com 2013). No Peru, o turismo receptivo movimentou cerca de US$ 3,832 milhões, o que lhe rendeu o segundo lugar como gerador de divisas dentro do setor não tradicional, logo depois das exportações agrícolas.
Segundo a pesquisa, em média 15 mercados são responsáveis por 79% das receitas, e na liderança estão os Estados Unidos e o Chile. O Brasil ocupa o sexto lugar no ranking, somando um total de US$ 152 milhões gastos em turismo internacional no país.O maior gasto médio vem dos turistas da Austrália (US$ 2.637), seguidos por Reino Unido (US$ 2.486), Alemanha (US$ 2.241) e Itália (US$ 2.219). Em geral, os europeus permanecem 15 noites e gastam US$ 1.972; os asiáticos ficam 10 noites e gastam US$ 1.928; os americanos passam 11 noites e gastam US$ 1.789; e, por fim, os latino-americanos ficam seis noites e gastam US$ 519.
Cerca de 58% dos turistas que visitam o Peru são da América Latina e 62% desse total viajaram para passar férias ou a lazer, uma tendência positiva que tem se mantido nos últimos anos. Em segundo lugar estão as viagens de negócios, que saltaram de 13% para 1​5% na comparação com ano anterior. As viagens de férias e lazer registraram um aumento de 56% entre 2011 e 2014, com um aumento nas receitas de 64%.
A ministra Magali Silva ressaltou que 58% dos latino-americanos visitaram o Peru mais de uma vez, o que é uma resposta a estratégia de promoção no mercado latino-americano. Além disso, destacou que 69% dos viajantes internacionais que chegaram no Peru em 2014, o fizeram por conta própria, e as chegadas dos países vizinhos representam 48% do total. Por outro lado, deve-se destacar que 16% dos turistas estrangeiros corresponde ao segmento Premium (turista que ingressa pelo Aeroporto Internacional Jorge Chávez, através dos serviços de uma agência de viagens e que gasta mais de US$ 1.000). Desses, 80% são de países distantes e seu gasto médio é de US$ 2.344, o dobro dos turistas em geral.
Para a ministra Magali Silva, o estudo é essencial para que empresários, investidores, profissionais e todos os envolvidos direta e indiretamente no setor possam criar produtos e serviços com valor agregado e satisfazer melhor as demandas dos turistas internacionais. “Saber quais são as preferências dos visitantes estrangeiros é fundamental para elaborar nossas estratégias de promoção e se converte em uma ferramenta fundamental para conhecer, entender e valorizar as características, motivações, costumes, interesses e gastos dos estrangeiros que viajam para dentro do território nacional”, finalizou Magali SIlva. 
Perfil do turista brasileiro no Peru
Em 2014, 144 mil turistas brasileiros viajaram ao Peru, o que corresponde a cerca do 5% total de chegadas no país. Desses, 52% viajaram de férias ou a lazer; 28% a negócios; 12% para visitar familiares ou amigos; 4% foram a seminários e convenções e 4% por outros motivos. O gasto médio dos brasileiros que viajam de férias ou a lazer ao Peru é de US$ 1.248 (acima do gasto médio total do turista de férias ou lazer, que é de US$ 1.115) e seu gasto diário é US$ 136. A receita gerada por esses turistas foi de US$ 152 milhões (colocando o Brasil em 6º lugar no ranking).
Informações sobre destinos turísticos do Peruhttp://www.peru.travel/pt-br/
Informações para a imprensa no Brasil:
(janineabrao@gmail.com)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.