Maceió recebe a Caminhada Rumos do Itaú Cultural

Com um encontro no salão 1 da Pinacoteca Universitária, Maceió recebe a Caminhada Rumos no dia 24 de setembro (quinta-feira), às 17h.  Como resultado de mais uma
parceria entre a instituição alagoense e o Itaú Cultural, representado pela
gerente do Núcleo de Comunicação, Ana de Fátima Sousa, e de Enciclopédia, Tânia
Rodrigues, é apresentada a 17ª edição
do programa Rumos, cujas inscrições estão abertas e vão até as 23h59 (horário
de Brasília) do dia 6 de novembro. Elas falarão sobre esta plataforma de fo­mento do instituto
à produção artística brasileira e as inovações que consolidam a reformulação realizada em 2013. A
caminhada foi iniciada em São Luís do Maranhão, de onde seguiu para o Fortaleza,
Teresina, Belém, Macapá, Manaus, Boa Vista, passou por Florianópolis, Porto
Alegre, Curitiba, Belo Horizonte e agora chega em Maceió, até completar uma
visita às 27 capitais do país.
O modelo segue aberto, podendo ser inscritos projetos de todas as
áreas de expressão e iniciativas híbridas, sem limitação dos campos de
investigação, com grande liberdade para artistas, produtores e pesquisadores
definirem as regras de produção e apresentação de seus trabalhos. Entre as
novidades está a organização das propostas em três grandes campos: criação e
desenvolvimento (concepção e/ou desenvolvimento de projetos
artístico-culturais), documentação (organização e preservação de acervos
relacionados à arte e à cultura brasileiras) e pesquisa (desenvolvimento de
pesquisas em arte e cultura brasileiras), definidos para facilitar o processo
de inscrição. Outra inovação é o fim do teto orçamentário para as propostas, o
que abre novas possibilidades para os proponentes.
O processo de seleção dos projetos também ganha uma nova fase.
Antes de passarem para a Comissão de Seleção, as propostas agora serão
examinadas por 30 avaliadores contratados pelo instituto entre as mais diversas
áreas de atuação e regiões do país, os quais farão a primeira fase seletiva. Os
nomes desta comissão prévia não serão revelados antes do resultado final para
preservar a idoneidade do processo. Os critérios de seleção a serem observados
serão a singularidade do projeto, a sua relevância e consistência.
“Vamos dar continuidade ao modelo que inauguramos em 2013 em que
as definições não são dadas mais pela instituição e sim pelos agentes
culturais, invertendo uma ordem histórica que, ao nosso ver, estava represando
a criação e perpetuando vícios de formatação de projeto”, diz Eduardo Saron,
diretor do Itaú Cultural. “Rompemos com a forma em que os projetos tinham que
se enquadrar aos propósitos preconizados pela instituição e pelos editais. Com
isso deslocamos o eixo de poder de decisão para quem produz o conteúdo
cultural, abrindo um novo modo de apoio”, complementa.
“Ficou claro para nós que um programa com a história do Rumos e
seus 18 anos de atuação precisava efetivamente assumir riscos para se colocar
em linha com a produção contemporânea, que não cabe nos editais estanques”,
avalia Saron. De acordo com ele, o novo formato do Rumos atraiu um volume
substancial de projetos e propostas que teriam dificuldade em encontrar guarita
nos editais tradicionais. Prova disso é que a última edição do programa, já
reformulada, registrou mais de 15 mil inscrições. O recorde de edições
anteriores havia sido de 2,6 mil.
Conforme
pesquisa realizada pelo Observatório Itaú Cultural na base de dados de
inscritos na edição 2013-2014, do total de proponentes, 30% nunca haviam
tentado se inscrever antes em algum outro edital. O formato aberto, a abrangência e a
autonomia foram apontados por este grupo como razões para participarem do
Rumos. O estudo indicou
também que 97,11% deles consideraram o regulamento na forma de perguntas e
respostas como um fator positivo para a compreensão do processo de inscrição no
programa.
Inscrições
Seguindo a política das edições anteriores, as inscrições são
gratuitas. Neste ano, elas foram abertas em 1 de setembro e devem ser efetuadas
até as 23h59 (horário de Brasília) do dia 6 de novembro, exclusivamente no site
rumositaucultural.org.br. Os projetos começam a ser
avaliados logo após o fechamento das inscrições e o trabalho da Comissão de
Seleção será concluído até maio de 2016. Os contemplados serão informados por e-mail, no dia 10 daquele
mês. Em seguida, o site do Itaú Cultural e os meios de comunicação divulgarão
os resultados.
Como no edital passado, não há número mínimo ou máximo de
projetos, propostas ou obras a serem contemplados. Esta decisão será de
exclusiva atribuição da Comissão de Seleção Rumos Itaú Cultural.
Comissão de
Seleção
Os membros da Comissão de Seleção são profissionais externos ao
Itaú Cultural e gerentes do próprio instituto. 
São eles: a professora, pesquisadora de dança e membro do núcleo Recife, no
Mapeamento da Dança nas Capitais Brasileiras e no Distrito Federal, Adriana
Gehres, a
ilustradora, designer gráfica e professora Beá Meira, o cineasta Jeferson De, o
presidente da Associação Brasileira de Literatura Comparada (Abralic) João
Cezar de Castro Rocha, a atriz, produtora, gestora pública e contadora de
histórias Karla Martins, o professor de ciência da informação e
diretor de cultura da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Marcos Galindo,
a jornalista e
crítica de artes Maria Hirszman, a jornalista e criadora do projeto de
investigação urbanística Cidades para Pessoas Natália Garcia, o administrador e
produtor cultural Paulo Mattos, o produtor
musical e diretor do Centro Cultural São Paulo (CCSP) Pena Schmidt, o compositor, cantor e violonista
Tiganá Santana, e o jornalista, crítico e pesquisador teatral Valmir Santos.
Pelo Itaú Cultural, a comissão é formada pelos gerentes
de núcleo: Ana de Fátima Sousa (Comunicação), Anna Montini (Jurídico), Claudiney
Ferreira (Audiovisual e Literatura), Edson Natale (Música), Henrique Idoeta
(Produção), Marcos Cuzziol (Inovação), Sofia Fan (Artes Visuais), Tânia
Rodrigues (Enciclopédia) e Valéria Toloi (Educação e Relacionamento).  Veja os
seus perfis mais adiante.
A
Caminhada
Em 2013, a itinerância para apresentar o Rumos 2013-2014, então totalmente
reformulado, ocorreu de setembro a novembro e consistiu em conversas para
diversos públicos. Ao todo, 4.453 pessoas participaram das atividades em 43
cidades. O resultado está registrado no blog do Rumos
(novo.itaucultural.org.br/explore/blogs/rumos-2).
Para explicar o Rumos 2015-2016,
uma equipe do Itaú Cultural está percorrendo todas as regiões do Brasil na Caminhada Rumos, tendo começado pelo Maranhão,
Ceará e Piauí. Na segunda etapa da itinerância foram ao Amapá, Pará, Amazonas e
Roraima, e na terceira fase passaram por Santa Catarina, Rio Grande do Sul,
Paraná, Minas Gerais e, agora, Alagoas. Depois destes Estados, a equipe do Itaú
Cultural volta para São Paulo e segue para o Rio de Janeiro, até visitar todas as capitais dos 27
estados brasileiros.
Veja
todas as informações a respeito do Rumos 2015-2016 no site do Itaú Cultural:
rumositaucultural.org.br
SERVIÇO
Caminhada
Rumos 2015-2016
Com
Ana de Fátima Sousa e Tânia rodrigues, gerentes do Itaú Cultural
24
de setembro (quinta-feira)
Às 17h
Entrada franca
Vagas: 150
Inscrições: (82) 3214.1545 ou pinaufal@gmail.com
Pinacoteca Universitária, Salão 1
Praça Visconde de Sinimbu, 206
Tel.: (82) 3214.1545  
Itaú
Cultural
Avenida Paulista, 149, Estação
Brigadeiro do Metrô
Fones: 11. 2168-1776/1777

 <karina.betencourt@conteudonet.com>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.