Maiores dúvidas sobre a calvície

No mundo, a calvície assola 2 bilhões de pessoas, segundo dados da Academia Americana de Dermatologia. Entre elas, estão homens e mulheres, jovens e idosos. Quem tem histórico familiar com casos de calvície ou começa a perceber a queda dos primeiros fios, encontra inúmeras dúvidas sobre causas e soluções.
Otávio Boaventura, cirurgião plástico, especialista em transplante capilar esclarece, abaixo, algumas dessas questões:
Como perceber que a queda de cabelos está anormal?
É normal que se perca até cem fios de cabelo por dia. Esse processo é comum e não diminui a densidade do cabelo, já que faz parte do processo de renovação natural dos fios. Quando esse número cresce, já se torna perceptível a diminuição de volume e é preciso se atentar e procurar uma orientação médica.
Quando a calvície chega?
Em alguns casos, se inicia a partir dos 18 anos, outros um pouco mais tarde. Não há uma regra. Vai evoluindo de forma contínua e irregular, ou seja, com períodos de queda mais acentuada, seguido de outros de estabilização. Normalmente, quanto mais cedo se instala a calvície, maior será sua evolução.
Existe calvície feminina?
Ao contrário do que se pensa, a calvície atinge também as mulheres – até 40%¨das mulheres apresentarão algum grau de calvície após os 50 anos de idade. A alopecia feminina pode se manifestar em três níveis – no primeiro grau, observa-se uma leve rarefação na risca no centro do couro cabeludo; no segundo, grau intermediário, já se consegue visualizar o couro cabeludo; e no terceiro, o couro cabeludo já está bem mais evidente.
Quais as causas da calvície?
As causas são variadas, mas a mais comum é a alopecia androgenética, que tem a sua origem em fatores genético-hormonais. Estresse, problemas de tireoide, alterações emocionais e doenças autoimunes podem também ser a causa da disfunção.
Como prevenir a queda de cabelo?
Quando a causa da calvície vem de heranças genéticas, é mais difícil se prevenir. Mas, o simples cultivo de alguns bons hábitos influencia na redução da queda dos cabelos. Dentre eles, estão:
  • Manter uma alimentação balanceada e rica em nutrientes;
  • Manter os níveis de estresse controlados;
  • Praticar exercícios físicos;
  • Evitar consumo excessivo de álcool e cigarro.
Quais as técnicas de transplante capilar?
Existem duas técnicas para a extração dos fios: a FUT (Follicular Unit Transplantation) e a FUE(Follicular Unit Extraction). Na FUT é extraída uma faixa de tecido (com pele e cabelo) com o auxílio de bisturis e, em seguida, são utilizados fios de sutura para fechar a ferida resultante. Por isso, essa técnica costuma deixar uma cicatriz linear, por causa do corte realizado.
Já a FUE é uma técnica mais moderna, ainda realizada por poucos cirurgiões no Brasil. Utilizando um equipamento especialmente desenvolvido para esse fim, os fios são retirados um a um das regiões doadoras, sem necessidade de utilização do bisturi ou cortes. Dessa forma, os pacientes não ficarão com cicatriz linear como na FUT. 
Saiba alguns mitos e verdades

  • Lavar os cabelos todos os dias aumenta a queda. MITO

A lavagem dos cabelos apenas permite que os fios, que já estão pré-dispostos à queda, se desprendam mais facilmente.

  • Cortar os cabelos regularmente evita a queda. MITO

O que acontece, é que na raiz do cabelo os fios são levemente mais espessos, o que dá a impressão de um volume maior, apenas disfarçando a queda.

  • Tomar remédio para tratar calvície causa disfunção erétil. PARCIALMENTE VERDADE

Existe sim esse risco, bem como o de diminuição da libido, mas esses efeitos ocorrem em menos de 2% dos pacientes. A finasterida continua a ser o remédio oral mais eficaz para o tratamento da calvície.

  • Pentear os cabelos ou lavar todos os dias faz cair os fios? MITO

Ficam no pente ou na escova apenas os fios que já encerraram seu ciclo de vida. O que pode acontecer ao lavar todos os dias é a retirada da oleosidade natural do couro cabeludo.

  • Usar bonés pode acentuar a calvície? MITO

O uso de bonés não aumenta a queda dos fios, pois o processo que os torna mais finos e, posteriormente, leva à queda, é geralmente decorrente de ação hormonal.

  • O estresse aumenta a queda? VERDADE

Alterações hormonais decorrentes do estresse podem sim levar ao aumento da queda dos fios.

  • Shampoo anti-queda é, realmente, eficiente? PARCIALMENTE VERDADE

Esse tipo de produto tem seu efeito limitado e custo elevado. Outros remédios indicados podem ser mais eficientes, melhores e com menor custo.

  • O transplante capilar deixa um aspecto de cabelo de boneca. MITO

Atualmente, os melhores médicos, especialistas nesse tipo de tratamento, conseguem resultados perfeitamente naturais.

  • O transplante capilar sempre deixa grandes cicatrizes na cabeça. MITO

Hoje em dia, através da técnica FUE, as cicatrizes são puntiformes, praticamente microscópicas. 

miriane@lw2.cmamail.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.