12 lições de inovação de Gustavo Caetano

 O mineiro Gustavo Caetano, de 33 anos, foi eleito uma das 50 mentes mais inovadoras do País pela revista Proxxima (Meio&Mensagem), um dos 15 brasileiros mais influentes da Internet pela Revista GQ e ganhou por duas vezes o prêmio de CEO do ano (Pequenas Empresas Grandes Negócios e TheNext Web). Sua startup, a Samba Tech, foi eleita por três vezes nos Estados Unidos como uma das 100 empresas mais inovadoras do mundo e a Forbes a colocou como uma das 10 Startups para se observar na América Latina.


Recentemente, Caetano entrou para a lista da revista Fast Company como uma das 10 mais inovadoras da América Latina e foi eleito pelo MIT como uma das 10 mentes mais inovadoras do Brasil. Comparado a Mark Zuckerberg pela imprensa americana, Caetano mostrou, em palestra na HSM ExpoManagement, em São Paulo (SP), como empresas de qualquer setor podem inovar usando as mesmas técnicas de startups de sucesso:


1 – Inovar uma única vez não é suficiente para se manter no topo – as empresas inovam o tempo todo e o que já existe é fácil de copiar. Ou seja, ou você se reinventa o tempo todo ou será atropelado por um novo player.


2 – O inimigo é invisível – Preste atenção em concorrentes que você nem imaginava que poderiam existir. A inovação está surgindo e incomodando os grandes players. O WhatsApp conquistou 100% de market share sem fazer um único anúncio na televisão, por exemplo.


3 – Vivemos uma era das empresas pequenas – os pequenos possuem mais flexibilidade e agilidade para inovar. As grandes empresas estão criando pequenas startups dentro delas para conseguir inovar.


4 – As inovações que vão impactar o seu negócio vão surgir mais rápido do que você imagina. Antes, os ciclos de crescimento e crise demoravam 50 anos. Depois 10 anos. Os ciclos de ascensão e declínio são, hoje, muito mais frequentes – podendo durar um ano ou até seis meses.


5 – Foque em nichos promissores – siga a estratégia dos pinos de boliche. Tentar derrubar todos os pinos de uma única vez aumenta a probabilidade de não acertar nenhum. Foque em um pino mais estratégico, para depois derrubar os outros.


6 – Tenha um propósito para inovar – seja melhorar a vida das pessoas, arrumar algo que está errado ou prevenir que algo bom desapareça.


7 – Pare de falar e faça! O mundo de hoje é de quem executa mais. Como empreendedores, precisamos acreditar no que estamos vendo e não apenas no que está no papel.


8 – Fique atento ao mercado – a informação acessível a todos permite que uma pessoa ou empresa de qualquer lugar do mundo possa ser o seu principal concorrente.


9 – Falhe rápido, com frequência e gastando pouco – se você não está falhando é porque não está se movendo.


10 – Aposte no futuro – crie produtos que vão bem quando o mercado vai bem e que vão bem quando o mercado vai mal.


11 – O colaborador é rei – esteja perto de gente boa. Bons funcionários preferem seguir sonhos e propósitos do que simplesmente ganhar mais. O grupo todo deve ser bom, porque as pessoas costumam seguir o comportamento da manada – ou seja, copiam o que as outras fazem em grupo.


12 – Não centralize as decisões – dê poder a todas as pessoas que trabalham com você. Todo mundo precisa se sentir um pouco dono do negócio. Isso garante que as oportunidades não sejam perdidas.


O HSM ExpoManagement é o maior evento de gestão da América Latina, que acontece de 9 a 11 de novembro, no Transamérica ExpoCenter, em São Paulo (SP). Com 150 horas de conteúdo em mais de 120 sessões e 16 mil participantes, o evento traz aoBrasil pensadores de maior repercussão na atualidade, como Malcom Gladwell,Clayton Christensen, Dan Ariely, Daniel Goleman, Ellen Langer, Eric Ries, Marc Goodman, Paul Krugman e Abilio Diniz. No evento, a Posigraf convida os participantes a conhecerem o sistema de Geomarketing que vem utilizando como diferencial para empresas do varejo. A ferramenta auxilia a detectar nichos de mercado e pontos de presença e influência dos estabelecimentos – o que colabora para a definição de metas de vendas e a atratividade de consumo no varejo.


Sobre a Posigraf 
Atuando há mais de 40 anos no mercado, a Posigraf, gráfica do Grupo Positivo, é uma das maiores gráficas da América Latina. Instalada em uma área de 50 mil m2, a companhia tem um centro de distribuição em São Paulo, representações em todo o Brasil e Mercosul e atende clientes nos Estados Unidos, Japão e Europa. Seu portfólio de serviços compreende a produção de livros didáticos e publicações especiais, tabloides e materiais promocionais, além de revistas e periódicos. 



Fonte: Central Press (www.centralpress.com.br)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.