Vendas de impressora 3D da Werker, incubada na Intec, superam em 50% o esperado

Após um mês de lançamento da impressora 3D de baixo custo voltada à indústria brasileira, a Werker, empresa participante da Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec), já contabiliza seus primeiros resultados: uma venda de equipamentos 50% superior ao previsto na definição da estratégia.

O equipamento desenvolvido pela empresa foi lançado no início de junho, durante o “XXI Workshop Intec”, que nesta edição teve como tema “Tendências de Tecnologia: Caminhos para Empreender”. O produto chegou ao mercado com um custo 25% menor que a de seus concorrentes, com preço de lançamento de R$ 4,6 mil. Após o lançamento, o produto está sendo vendido por R$ 4.990.

O resultado animou os sócios da empresa, José Fárlei e Thiago Schultz, que agora se preparam para começar as entregas das encomendas no mês de agosto. “Outro ponto que superou as expectativas foi o retorno de possíveis clientes e pedidos para ver o equipamento funcionando. Após o lançamento do equipamento no Workshop da Intec, a marca Werker passou para outro patamar, deixando de ser uma empresa desconhecida”, comemora Fárlei.

Após o lançamento do produto, a incubada passou para a modalidade residente, quando a empresa recebe o apoio da Intec com a sede dentro do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar). O gerente da incubadora, Gilberto Passos Lima, pontua que agora o foco do apoio à Werker está na operação. “Agora vamos apoiá-los mais na gestão de produção, para que os equipamentos sejam produzidos de maneira eficiente e com um bom plano logístico para as entregas”, salienta.

Impressora

A W1 – Basic apresenta funcionalidades que atendem tanto a indústria, como apoio ao desenvolvimento de novos produtos, quanto a “hobbystas”, aqueles que têm como hobby desenvolver produtos em casa com a impressora 3D. A impressora utiliza tecnologia FDM (Fused Deposition Modeling), tem conexão USB e usa como insumo filamento de PLA, um polímero biodegradável feito com fontes naturais, como milho ou cana-de-açúcar. Esse polímero natural consome menos energia elétrica, porque não necessita de mesa aquecida, possibilitando trabalhar com temperatura menor na extrusão do filamento.

Saiba mais sobre a W1 – Basic pelo site werker3d.com.br/impressora3d.

Intec

Empreendedores que queiram participar do programa de incubação do Tecpar podem fazer, ao longo do ano, a inscrição para concorrer a uma vaga em uma das duas unidades da Intec, em Curitiba e em Jacarezinho. São ofertadas vagas para a modalidade residente (quando a empresa fica nas dependências da Intec) e para a incubação não residente, quando o empresário não se instala na incubadora, mas conta com o apoio dos especialistas do instituto.

Podem participar do processo de seleção pessoas físicas, como universitários, pesquisadores e empreendedores que tenha um negócio inovador, ou ainda pessoas jurídicas.

Ao longo de 27 anos, a Intec já deu suporte tecnológico a mais de 90 companhias. No momento, cinco empresas passam pelo programa de incubação: Beetech/Beenoculus, LOT América, Werker, i9algo e Invento Engenharia.

Conheça a Intec pelo site intec.tecpar.br/comoincubar.

Tecpar – Assessoria de Comunicacao

f9cc395e-26c6-4710-a736-2dc038471767

1 Comentário

  1. Orgulho em ver o sucesso destas pessoas, e lembrar que foram estagiários e trabalharam comigo, Parabéns pelo sucesso Rapazes.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.