Ansiedade à flor da pele

Os sintomas da ansiedade podem se manifestar no organismo de diversas formas, agravando ou fazendo surgir novas doenças e sintomas, entre eles os males cutâneos

Conhecida como uma das doenças do século XXI, a ansiedade patológica é caracterizada frequentemente pela preocupação excessiva devido aos afazeres do cotidiano, mudanças, novas experiências, entre outros, e é cada vez mais comum, principalmente entre os mais jovens, sendo classificada como distúrbio nervoso.

Há uma estimativa de que aproximadamente 23% da população brasileira já sofre ou sofreu de algum tipo de distúrbio ansioso e, no mundo, esse número chega a 33%, segundo levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Além dos aspectos psicológicos, a ansiedade apresenta aspectos físicos, como a falta ou excesso de apetite, alterações no sono, da disposição, enxaqueca e manifestações em diversos órgãos, sendo um deles a pele, de acordo com a médica Adriana Vidal Schmidt.

“O stress desencadeia a liberação de mediadores químicos que podem promover desde quadros de coceira, urticária, dermatites ou mesmo agravar doenças de pele preexistentes. O hábito de ‘beliscar’ a pele, conhecido como ‘Skin Picking’, é característico de pacientes ansiosos e pode estar relacionado à ansiedade ou a distúrbios psiquiátricos mais sérios”, esclarece a médica.

Prevenção e tratamento

Segundo Dra. Adriana, o principal meio de prevenir problemas como esse é a procura por hábitos de vida mais saudáveis e de autoconhecimento, aprendendo a controlar situações estressantes para não haver somatização.

Para quem já manifesta sintomas de doenças como os pruridos, as urticárias e dermatites, ou que percebem o agravamento de doenças de pele já existentes, entre elas o vitiligo e a psoríase, por exemplo, o ideal é procurar imediatamente um especialista.

“Muitas vezes o acompanhamento médico especializado, seja pelo alergista ou pelo dermatologista, assegurando o paciente da sua situação clínica e descartando outras causas e agravantes, aliado ao tratamento da doença de base e medidas para controle de stress podem combater os efeitos deletérios destas situações sobre a pele”, finaliza.

 Serviço:

Clínica Dr.ª Adriana Vidal Schmidt

Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 3901 Ed. Office Life Sala 198/199 Ecoville Curitiba – PR

(41) 3336-2820

www.adrianaschmidt.com

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.