Dor de ouvido: causas, sintomas e tratamento

Se você tem filho pequeno em casa, certamente ele já teve ou vai ter dor de ouvido. Mais comum em crianças do que em adultos, a dor de ouvido, também conhecida como otalgia, pode ser constante ou intermitente. Segundo o otorrinolaringologista Diego Malucelli, da Otorrinos Curitiba, as inflamações no ouvido são as principais causas do problema, mas há outras razões que os pais precisam ficar atentos.

“As otites, que são as inflamações e infecções no ouvido, são as causas mais comuns. Mas há também outros fatores, como problemas na articulação da mandíbula com o crânio, o acúmulo de cera, as infecções na garganta, os resfriados, a variação de pressão, entre outros”, lembrou o médico, que também alertou para as lesões causadas pelo uso de hastes flexíveis para limpar o ouvido. “Quando o calor mais intenso começar, vai ser comum as pessoas frequentando praia e piscinas, e consequentemente fazendo uso de hastes flexíveis para higienizar o ouvido, o que não é recomendado. O uso desses objetos é um importante fator para o aparecimento das otites externas, que tem na dor de ouvido o principal sintoma”, acrescentou Malucelli.

Como a dor de ouvido é mais comum nos bebês e nas crianças, é bom os pais ficarem atentos aos sinais que os pequenos emitem, como dificuldade para dormir, perda de apetite, irritação fora do normal, febre ou até mesmo quando eles “esfregam” constantemente os ouvidos. É importante lembrar que o nascimento dos primeiros dentes do bebê também pode causar dor de ouvido.

Para os pais, a dica é procurar um otorrinolaringologista, que irá fazer o diagnóstico correto e orientar o melhor tratamento. “O tratamento depende da causa. Nas infecções bacterianas, por exemplo, é feito o uso de antibióticos e analgésicos; nos acúmulos de cera é feita a retirada do cerume. Porém, há outras formas de amenizar o problema, como a proteção da entrada de água no ouvido e evitar ‘cutucá-lo’ com objetos. Podemos higienizar a parte externa das orelhas no banho mesmo e depois secar com uma toalha ou um lenço de papel”, finalizou o especialista.

 

Sobre Diego Malucelli
Diego Malucelli é médico otorrinolaringologista, especialista pela Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (SBORL) e Mestre em Distúrbios da Comunicação pela Universidade Tuiuti do Paraná (UTP). Possui MBA em Gestão de Negócios em Saúde pela Universidade Gama Filho e é especialista no tratamento de halitose. É professor da UTP, preceptor de Faringoestomatologia do serviço de especialização em Otorrinolaringologia do Hospital da Cruz Vermelha, além de Chefe do Serviço de Otorrinolaringologia no mesmo hospital.

Sobre a Otorrinos Curitiba
A Otorrinos Curitiba é a mais nova referência no atendimento da área de otorrinolaringologia da capital paranaense. Inaugurada em setembro de 2015 no bairro Mercês, a clínica possui estrutura moderna, excelente localização, tecnologia de ponta e profissionais altamente renomados para oferecer o melhor atendimento aos pacientes.

A Otorrinos Curitiba possui horário de atendimento diferenciado: de segunda a sexta, das 8h às 22h, e aos sábados, das 9h às 13h. Para maior comodidade dos pacientes, possui estacionamento no local.

A clínica atende aos seguintes convênios: Unimed, Amil Assistência Saúde, Bradesco Saúde, Copel, Cassi, Evangélico Saúde, Mediprev, Sanepar, Saúde Caixa, Sinam, SulAmérica e Voam.

 

Serviço:
Otorrinos Curitiba
Rua Doutor Roberto Barrozo, 1381, 1º andar – Mercês
Telefone: (41) 3335-0302 / 3336-9640 / 3339-4084

Site: www.otorrinoscuritiba.com.br

 

unnamed

gezianediosti@gmail.com

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.