Instituto Adama promove dia de debate e conscientização sobre bullying

A escolha de 7 de abril como Dia Nacional do Combate ao Bullying e à Violência nas Escolas não é à toa. Foi nesse dia que ocorreu a chacina conhecida como massacre do Realengo, em uma escola no Rio de Janeiro, em 2011, e que motivou a criação da homenagem em memória às vítimas.

Para promover o debate e a conscientização de seus alunos acerca do tema, o Instituto Adama, braço social da empresa global de agroquímicos Adama, promove hoje o “Dia Diferente”.  De forma lúdica e divertida, a proposta da ação é que crianças e adolescentes atendidos pela instituição criem personagens, invertam papéis, utilizem adereços e façam mudanças em seus estereótipos para a abordagem de assuntos como a intolerância e o respeito às diferenças.

“Bullying é um tema grave e atual. É preciso conscientizarmos nossas crianças e adolescentes para que eles aprendam a respeitar a diversidade e ter mais empatia com o próximo. Para isso, criamos algumas atividades que abordam o assunto, como a oficina de teatro ‘O Clown’, que trabalha o ‘rir do outro’ e as consequências disso”, explica Denise Caldeirão, coordenadora do Instituto.

Além do teatro, os alunos terão atividades como jogos e formação preventiva sobre a temática, todas desenvolvidas e acompanhadas por educadores de teatro, pedagogia, psicologia e serviço social da instituição.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.