Um estudo da Fundação de Ação Social (FAS) realizado em 2016 mostrou que Curitiba tem mais de 1700 pessoas vivendo nas ruas da cidade, completamente vulneráveis ao clima. O inverno se aproxima e o frio pode ser sentido não só na pele, sendo capaz de causar mortes por hipotermia, principalmente nos moradores de rua.

No último inverno não foi registrada nenhuma fatalidade deste tipo, mas elas foram realidade nos anos anteriores e, se ações de distribuição de agasalhos bem coordenadas não forem executadas, podem se repetir.

Para evitar estes casos, a FAS e o IPCC (Instituto Pró-Cidadania de Curitiba) organizam anualmente a campanha Doe Calor, para arrecadar agasalhos, calçados, roupas e cobertores e distribuir aos moradores de rua, à população em situação de vulnerabilidade social atendidas pelos 45 CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) de Curitiba e também aos menores em acolhimento.

A coleta das doações é feita em vários postos espalhados pela cidade. Um deles é o Hospital Pilar, no Bom Retiro, que, pelo sexto ano consecutivo abre suas portas para receber as doações da comunidade, além de oferecer à campanha cobertores novos comprados pela instituição e também promover uma ação interna que sempre arrecada milhares de peças entre os colaboradores. (comunicacao@hospitalpilar.com.br)

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Talvez você se interesse por estes artigos.

Marca especializada em laticínios de búfala disponibiliza nova opção ao mercado com mais sabor e baixo teor de gordura A Levitare, marca especialista em lácteos...
Fechar Menu