Exposição leva vida e obra de Paulo Leminski ao Museu Hélenton Borba Côrtes, no Teatro Calil Haddad

A exposição “Múltiplo Leminski” – que também marca a celebração dos 70 anos de Maringá – é a maior já feita sobre a vida e obra do multiartista, resultado de anos de pesquisa e catalogação de toda a produção do curitibano. A curadoria coletiva é assinada pela viúva do Leminski, a poetisa Alice Ruiz, e pelas filhas, Aurea e Estrela.
Diversidade – Os objetos são do acervo da família do artista. Os visitantes podem conhecer a máquina de escrever, livros escritos e traduzidos por ele; obras que faziam parte da biblioteca particular, cadernos e recortes de jornais; entrevistas, cartas, poesias escritas em guardanapos, além de originais manuscritos e datilografados e histórias em quadrinhos. “O público encontra todas principais áreas de atuação do artista, desde o processo de criação até as obras finalizadas. A exposição apresenta suas principais inspirações, referências e parceiros revelando o artista diverso, criativo e inovador que foi Paulo Leminski”, conta Aurea Leminsky. A curadora ressalta que será possível encontrar na exposição enorme diversidade, marca singular do artista. “Apesar de ter sido mais conhecido pela obra poética, em todas as áreas que atuou, as multilinguagens estão presentes. Cada faceta desperta o interesse do público em conhecer e mergulhar mais na produção de Leminski. A cada montagem da exposição vou redescobrindo e re-significando certos aspectos da personalidade e história dele”.

O projeto já passou por oito cidades, começando por sua cidade natal, Curitiba, onde recebeu mais de 330 mil pessoas.
Diversão – A exposição conta ainda com o espaço ‘Infanto-Juvenil’, com atividades lúdicas e referências sobre dois livros escritos por Leminski para os pequenos: “Guerra dentro da gente” e “A lua foi ao cinema”. Do primeiro livro, foi feita uma animação. As crianças vão se divertir, ainda, com as músicas de “Pirlimpimpim”, um disco gravado por Guilherme Arantes, com letras de Leminski.
Leminski – Paulo Leminski Filho nasceu em Curitiba (PR) em 1944 e faleceu em junho de 1989. Neto de colonos poloneses, Paulo tinha ascendência negra por parte da mãe. Sua curiosidade o levou a buscar os mais diferentes tipos de informação, desde a infância, e o aproximando de inusitados grupos sociais. Entre suas atividades, foi poeta, biografista, professor, judoca, letrista, publicitário e tradutor. Sua produção contempla as décadas de 1960, 1970 e 1980, períodos de grandes mudanças no país.
Em Maringá, a exposição “Múltiplo Leminski” conta com o fomento do Instituto Cultural Ingá (ICI), além do apoio da Copel, Lowçucar e Secretaria Municipal de Cultural.
Serviço

Local: Museu de História e Artes Hélenton Borba Côrtes – Av. Dr. Luiz Teixeira Mendes, 2.500

Data: de 09 de junho a 24 de setembro

Segunda a sexta das 9h às 17h

Sábado, domingo e feriados 14h às 18h

imprensa@mobionline.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.