Acidentes na Construção diminuem 38% no Brasil

Acidentes na construção civil diminuíram 38% nos últimos anos em todo o país. O segmento apresentou queda de mais de oito mil casos registrados nos últimos anos, mas ainda permanece como o terceiro no ranking dos setores com os maiores índices de acidentes de trabalho.

Em todo o Brasil foram registrados 13.387 acidentes de trabalho envolvendo profissionais da construção em 2015, contra 15.486 em 2014 e 21.631 em 2013. Os dados apresentam queda de 38,11% entre os anos de 2013 e 2015.

Os números são do Anuário Estatístico de Acidentes de Trabalho (AET) disponibilizado pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) em junho de 2017 e que traz os acidentes ocorridos entre os anos de 2013 e 2015.

De acordo com o Engenheiro Eletricista Fábio Amaral, da Engerey Painéis Elétricos, esta redução se deu principalmente pela maior conscientização dos profissionais com relação aos riscos no ambiente de trabalho e pela divulgação massiva das normas de segurança. Como no caso da eletricidade que é um dos principais causadores de acidentes em obras.

“Nas obras vemos fios soltos, desencapados e espalhados, o que aumenta o risco de choques elétricos, curtos e incêndios nos canteiros de obras. Contudo, hoje verificamos uma maior procura por soluções simples que podem evitar este tipo de acidente do que em anos anteriores. Uma delas é a utilização de quadro de tomadas que são recomendados por quatro normas de segurança diferentes: a NR10, NR12, NR 18 e ainda a NBR 5410. Eles impedem que os fios fiquem dispersos nas obras, gerando menos riscos de choques e até acidentes mais graves”, explica Amaral.

Recentemente, o engenheiro criou uma opção portátil de um quadro de tomadas a fim de difundir o uso deste dispositivo de segurança nas obras e evitar acidentes. O quadro leva inclusive o slogan “Chega de Gambiarra”. “A proteção dos painéis acontece por disjuntores e por dispositivos de proteção contra fuga à terra (DRs), que além de proteger a ligação de máquinas, são proteções à vida”, explica

Segundo o estudo da Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Brasil ocupa o 4º lugar em relação ao número de mortes por acidentes de trabalho, com 2.503 óbitos. O país perde apenas para China (14.924), Estados Unidos (5.764) e Rússia (3.090).

No Brasil foram registrados 725.664 acidentes de trabalho em 2013, 712.302 em 2014 e 612.632 em 2015. Os dados registram queda no número de acidentes neste período de 15,5% (INSS).

patistedile@gmail.com