Ortopedista do HCor dá dicas para prevenir lesões em “atletas de fim de semana”

As lesões nos joelhos são constantes em atletas profissionais, principalmente entre os jogadores de futebol, por conta do contato e sobrecarga nessa articulação. Mas os profissionais são preparados para que possam ter alto rendimento com segurança, diferentemente dos “atletas de fim de semana” que, muitas vezes, exageram na carga da atividade física em busca de resultados mais rápidos, sem o fortalecimento prévio da musculatura.

“Geralmente são pessoas sem condicionamento físico, algumas acima do peso, que realizam exercícios de forma inadequada com o objetivo de tentar perder peso ou manter a forma física. Porém, esses fatores são os principais causadores de lesões, principalmente nos joelhos, que são muito exigidos em corridas e jogos de futebol, por exemplo”, comenta o Dr. Rene Abdalla, diretor médico do Instituto do Joelho HCor.

Não é o ideal, mas é possível ser um atleta de fim de semana, afinal, fazer atividade física mesmo que seja uma vez por semana é melhor do que ser totalmente sedentário. “O esportista tem de ficar atento com a série de exercícios praticados e procurar uma opção que melhor se ajuste as suas necessidades, de forma que não agrida o sistema musculoesquelético”, enfatiza o Dr. Abdalla.

A seguir, Dr. Rene Abdalla sugere algumas recomendações para que a prática esportiva seja prazerosa, segura e, na medida do possível, sem lesões.

Recomendações

  • Antes de iniciar qualquer atividade física, fazer condicionamento físico, estar no peso ideal para a estrutura corporal e fortalecer a musculatura, sempre com acompanhamento de um profissional.
  • O ritmo deve ser moderado no início e ir aumentando aos poucos. O corpo não está acostumado com exercícios bruscos, pois é uma grande mudança, sem um período adequado para readaptação.
  • Intercale atividades, por exemplo, corrida com musculação.
  • Deixe de ser sedentário praticando 30 minutos de atividade física moderada diariamente. Dance, leve o cachorro para passear, faça caminhadas. Tudo é válido!
  • Praticar atividade física somente nos finais de semana é melhor que não fazer nada. No entanto, deve ser realizada de forma moderada, sem excessos que podem aumentar o risco de lesões.
  • Para quem tem mais de 50 anos, a caminhada é o exercício mais indicado e deve ser feito em local plano, sem muito sol e constantemente.
  • A escolha do tênis é muito importante e deve ter um mecanismo de amortecimento, que tira o impacto do calcanhar e do joelho e, ainda, o transforma em impulso.
  • Para cada atividade há um modelo específico. O calçado de quem faz exercício diariamente perde 50% de absorção depois de aproximadamente sete meses de uso.

Problemas mais comuns

  • Abusar da atividade física também pode render lesões nos joelhos.
  • É mais comum em frequentadores assíduos de academia ou praticantes de esportes que exigem bom condicionamento físico, que acabam desenvolvendo lesões de cartilagem e tendinite.
  • Os praticantes de esportes (geralmente futebol) sofrem mais lesões de menisco e ligamento por traumas. No primeiro caso, o tratamento é sempre cirúrgico e de rápida recuperação (20 dias). Nas lesões de ligamento, o tratamento pode ou não ser cirúrgico, dependendo do caso, e a recuperação leva, em média, de seis a sete meses.
  • Os não praticantes de esportes geralmente se envolvem em acidentes corriqueiros, como torções em queda. O tratamento pode requerer cirurgia.
  • Há ainda os indivíduos que têm atividade física muito intensa, como bailarinos, que fazem movimentos de repetição. Nesses casos, podem surgir tendinite e lesões de cartilagem.

italo@targetsp.com.br