Empresa paranaense doa curativo especial para as vítimas da creche em Janaúba

A empresa paranaense Vuelo Pharma, fabricante da Membracel, enviou para Janaúba (MG) curativos de celulose utilizados para acelerar a cicatrização da pele. A doação foi feita para ajudar as pessoas que ainda seguem internadas em decorrência do atentado premeditado por um segurança, que ateou fogo em si mesmo e em crianças de uma creche local. Quando utilizada em queimaduras, a membrana de celulose diminui a dor, protege a região atingida – evitando infecções – e diminui o tempo de tratamento.

Membrana de celulose para doação em Janaúba

Após o ocorrido, cerca de 40 pessoas foram socorridas e encaminhadas para os hospitais de Janaúba, Montes Claros e Belo Horizonte. Além da gravidade da situação, os hospitais da região estão enfrentando escassez de materiais, o que acaba prejudicando o tratamento das vítimas.

“Nós lamentamos muitíssimo o ocorrido. Doar Membracel para ajudar a salvar essas crianças nos aproxima dos familiares, que nesse momento estão passando por uma dor imensurável. Não há a menor dúvida de que essa é a melhor atitude que podíamos tomar. Com certeza, a membrana ajudará no tratamento das queimaduras”, afirma Thiago Moreschi, diretor da Vuelo Pharma.