Vendas da Black Friday 2017 vão crescer em até 30%, estima estudo de empresa de logística

Um dos momentos mais aguardados por consumidores e comerciantes está chegando. A Black Friday 2017 acontece no dia 24 de novembro e promete movimentar o mercado do e-commerce com descontos ainda maiores que nos anos anteriores.

A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) estima que as vendas cresçam 15% durante o período. No entanto, o percentual pode ser ainda maior. Em 2016, foram quase R$ 2 bilhões lucrados pelas empresas no evento.

A empresa de logística Total Express calculou uma expectativa de 30% de aumento nas vendas em relação ao ano passado. Se isso realmente se cumprir, a soma das vendas feitas pela internet pode chegar a R$ 2,2 bilhões. Entre os itens mais procurados estão aparelhos celulares, em especial, os modelos mais recentes do iPhone. É o momento que o brasileiro aproveita para realizar o sonho de adquirir um dos modelos mais desejados da Apple.

O crescimento estimado para este ano mostra como os brasileiros estão cada vez mais inseridos no comércio virtual. A Black Friday ocorreu pela primeira vez no Brasil em 2010 e, desde então, acontece todos os anos. De lá para cá, os números sempre aumentam, o que mostra que o evento se tornou um verdadeiro sucesso no país.

Natal pode servir como alavanca para as vendas

Além das promoções típicas da Black Friday, outro motivo pode ser fundamental para o aumento das vendas. Praticamente um mês antes do Natal, o evento pode servir para que os consumidores antecipem a compra de presentes para essa data.

Uma pesquisa realizada pela Google, chamada de “Thank God It’s Black Friday”, ouviu 800 consumidores e chegou à conclusão que 49% deles compram no evento especial por conta dos preços mais baixos. Outros fatores essenciais são a confiabilidade na loja, na marca, os valores de frete e a possibilidade de parcelamento no pagamento.

O que as pessoas compram?

O brasileiro conseguiu entender como funciona a Black Friday e, por isso, cada vez mais se envolve com o evento comemorativo. Hoje os consumidores estão muito mais atentos aos valores, aos descontos e quais são as melhores lojas para comprar.  Confira os produtos mais buscados:

  • Celulares e smartphones: quem não tem um celular com acesso à internet na atualidade? Ter um destes aparelhos não é mais objeto de desejo das pessoas, mas sim ter o mais atual, com suporte aos melhores aplicativos. Na Black Friday, o item mais procurado é o iPhone. Durante a ação é possível comprar o tão sonhado aparelho da Apple com valores mais acessíveis.
  • Eletrodomésticos: a Black Friday também é uma boa chance para realizar a compra de equipamentos para o lar, tais como geladeiras, fogões, micro-ondas e máquinas de lavar.
  • Jogos: um dos maiores alvos das pessoas que compram durante a Black Friday são os consoles e seus respectivos jogos. No Brasil, devido aos impostos que são acoplados aos preços desses itens, eles acabam saindo por valores acima da média. Por isso, durante a promoção especial do evento, fica muito mais fácil comprar.