Tecpar é eleito coordenador de rede internacional de transferência de tecnologia

A Agência Tecpar Inovação, núcleo de inovação tecnológica do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), foi escolhida para ser a coordenadora de uma rede de inovação tecnológica composta por 25 instituições de sete países ibero-americanos, fortalecendo, com a escolha, a presença do Tecpar nas discussões internacionais sobre o tema.

O Tecpar foi eleito coordenador da Rede Ibero-americana de Transferência de Tecnologia para Inovação Tecnológica Competitiva, do Programa Ibero-americano de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento (CYTED, na sigla em espanhol). A rede tem como principal objetivo aumentar o conteúdo tecnológico das empresas de cada país membro do programa e sua competitividade e internacionalização.

De acordo com o gerente da Agência Tecpar Inovação, Marcus Zanon, o instituto, ao coordenar a rede, passa a ser um importante ator internacional em ciência e tecnologia. “O Tecpar passa a ter uma visão internacional nesta área, gerenciando uma rede que vai mapear cenários de demandas e ofertas de tecnologias nos países ibero-americanos”, explica.

A rede coordenada pelo Tecpar tem a intenção de estruturar mecanismos de transferência de tecnologia para promover o aumento da competitividade de micro e pequenas empresas vinculadas a ambientes de inovação, por meio de compartilhamento e aprimoramento de modelos e práticas de transferência de tecnologia, acelerando o processo de consolidação de empresas de base tecnológica.

Para atingir a esse objetivo, o CYTED financia o projeto de integração dos países, que no caso da rede de transferência de tecnologia inclui instituições do Brasil, Argentina, Bolívia, México, Panamá, Portugal e Uruguai.

A experiência da Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec), que desde sua criação, há 25 anos, já apoiou mais de 90 empresas de base tecnológica, foi fundamental para colocar o Tecpar como coordenador do projeto, ressalta Zanon. “Como o objetivo é fomentar o crescimento de empresas de base tecnológica, vamos fazer intercâmbio de experiências com as instituições dos países participantes e levar à rede o conhecimento que temos com a nossa incubadora”, pontua.

O gerente da agência também justifica a escolha do Tecpar como coordenador da rede pela articulação entre a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) e o Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (Fortec). “O instituto teve apoio de importantes instituições brasileiras na área de inovação”, analisa.

<imprensa@tecpar.br>

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui