Higiene correta das mãos reduz em até 40% a incidência de infecções e doenças como diarreia e resfriados

Estudo afirma que apenas 5% das pessoas lavam as mãos corretamente

No dia 15 de outubro é celebrado o Dia Mundial da Lavagem das Mãos, criado com o intuito de ensinar a população a forma correta de fazer a higiene das mãos e evitar, de forma simples, 40% da incidência de infecções e doenças – segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

De acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a diarreia e desidratação são consideradas uma das cinco maiores causas de morte em crianças abaixo de 2 anos no mundo, e o habito de lavar as mãos corretamente pode reduzir o número de mortes relacionadas a diarreia em mais de 40% e os casos de doenças respiratórias agudas em 25%.

De acordo com o especialista em bacteriologia do LANAC – Laboratório de Análises Clínicas de Curitiba, Marcos Kozlowski, os cuidados básicos com a higiene corporal, como lavar as mãos antes de ingerir alimentos e depois que usar o banheiro, é essencial para evitar doenças e, consequentemente, salvar milhares de vidas. “Também é necessário lavar as mãos sempre que estiverem visivelmente sujas, depois de pegar no dinheiro, antes de comer, depois de mexer com animais, usar o banheiro, usar o transporte público e antes de mexer em bebês”, explica.

Kozlowski comenta que lavar as mãos também reduz o risco de contágio de doenças como hepatite B e meningite. “É importante higienizá-las de forma correta, com água limpa e sabonete. Esfregar a palma e o dorso das mãos e também entre os dedos, por pelo menos 40 segundos. Além disso, o álcool 70 pode substituir a lavagem e também pode ser usado para a limpeza das mãos, pois ele tem propriedades microbicidas eficazes para eliminar os germes mais frequentes que causam infecções”, alerta.

Segundo estudo realizado pela Michigan State University, nos Estados Unidos, em 2013, apenas 5% das pessoas lavam as mãos corretamente. O estudo foi baseado na observação do comportamento de 3.749 pessoas em banheiros públicos: 33% não usaram sabonete, 10% sequer lavaram as mãos e apenas 5% lavaram as mãos por tempo suficiente para eliminar todos os germes causadores de doenças. O estudo afirma que, em média, as pessoas lavaram suas mãos por apenas seis segundos, quando o tempo necessário para eliminar os germes é de 40 a 60 segundos, com água e sabonete, e de 20 a 30 segundos com preparações alcoólicas, como o álcool gel, segundo a OMS.

Sobre o LANAC:

Há 28 anos, o LANAC – Laboratórios de Análises Clínicas se diferencia por se manter, com orgulho, como empresa 100% paranaense. A empresa possui 52 unidades de atendimento em diversos bairros de Curitiba, além da Região Metropolitana, Litoral do Paraná, Ponta Grossa, Rio Branco do Sul e Foz do Iguaçu. Hoje, o laboratório oferece mais de dois mil tipos de exames, além de coleta domiciliar e assessoria científica para médicos e conta com mais de 400 colaboradores. Recebe exames de 25 laboratórios, atuando como laboratório de apoio. A sede central, com 1.200 m², é o maior centro de análises clínicas de Curitiba. A empresa participa de testes de proficiência do Controle Nacional de Qualidade da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas, com nota excelente desde 1992 e mantêm a certificação ISO 9001/2015 atualizada desde 2004.

Comments are closed.