Maritaca lança novos programas, sendo uma opção para as crianças nas férias escolares

O podcast Maritaca está com sete novos programas, sendo que os dois primeiros já estão no ar. Até março, todos os demais programas estarão disponíveis, reunindo contações de histórias, músicas, brincadeiras, dicas de livros, entre outros atrativos para as crianças, que assim podem ter uma opção de qualidade para animar as férias. Além de entreter, o Maritaca tem um caráter lúdico e educativo.

Por ser um podcast (programa de rádio que pode ser acessado pelo ouvinte quando ele quiser), valoriza os recursos sonoros, estimulando a imaginação. Para conferir, basta acessar o site www.programamaritaca.com.br ou baixar o aplicativo do Maritaca, disponível para Android e iOS.

Programas temáticos

Desde seu surgimento, o Maritaca dedica cada programa a um determinado tema. O primeiro desta nova série chama-se “Diferente” e nele a multiartista, produtora cultural e atriz Mariana Piza (idealizadora do Maritaca) dá asas a sua personagem Maritoca, que conduz o programa, mostrando para as crianças como as pessoas podem ser diversas, cada uma com suas diferenças que as tornam únicas.

O programa começa explicando para as crianças sobre o que são as impressões digitais nas pontas de seus dedos, e que todas são diferentes. Segue com a uma história sobre um personagem chamado Gil Gigante, que de repente começou a crescer muito e teve que lidar com esta mudança da melhor forma possível. As músicas também foram escolhidas de acordo com o tema, podendo ser composições infantis propriamente ditas (como “Só Eu Sou Eu”, de Marcelo Jeneci e as Fadas Magrinhas, composta para a Vila Sésamo) ou músicas para todas as idades, mas que lidam com a temática para despertar a atenção das crianças (“Tem Pouca Diferença”, de Jackson do Pandeiro, que apresenta um clássico para as novas gerações). Sem contar que na hora da brincadeira, são feitas charadas clássicas do que começa com “qual a diferença entre…” e o ouvinte tem três segundos para adivinhar.

Um ponto notável do programa é a participação de diversas crianças, que dão suas opiniões e visões de mundo para os contos e músicas apresentadas. “Elas complementam a história”, afirma Mariana Piza. “A discussão das crianças em volta do tema mostra que o universo da história pode ser visto por outros ângulos”, completa. Em “Diferente”, nada menos do que 11 crianças expõem suas opiniões e impressões.

A inteligência da criança é valorizada

Maritaca oferece entretenimento de qualidade, respeita a infância e não subestima a inteligência dos pequenos. O programa surgiu em 2016, e já naquele ano recebeu o prêmio da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) na categoria de Melhor Produção de Entretenimento em Rádio.

O Maritaca chegou a ser apontado por uma conceituada pesquisadora da área de Educação como uma maneira de desenvolver o interesse pela leitura e abrir passagem para a alfabetização. “Contar ou ouvir histórias desenvolve a memória discursiva afetiva da criança”, afirma Idmea Semeghini-Siqueira, Professora Sênior da Faculdade de Educação da USP. “Essa atividade, que propicia a constituição de letramento (literacia) emergente, lúdico e original, fará com que a criança se aproxime da história e depois dos livros e da leitura individual, abrindo caminho para a alfabetização”, completa.

Os sete novos programas são realizados com patrocínio da transportadora Garbuio por meio do Proac – Programa de Ação Cultural da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo. Para que o Maritaca possa continuar sempre com programas novos, está em andamento uma campanha de financiamento coletivo (crowdfunding) em que os interessados podem contribuir com valores mensais para assim assegurar a produção dos programas. São vários valores, com recompensas diversas. Para conferir, basta acessar www.catarse.me/maritaca.

Serviço:

website:

www.programamaritaca.com.br

[email protected]

Comments are closed.