Afeto à distância: escola presenteia mães “professoras” com almoço em família

Escola em Curitiba ameniza a saudade das crianças atendendo a um pedido dos pequenos; 4 mil refeições foram distribuídas no último sábado (9) para as mães, que têm auxiliado na educação online

Mães são a base da maioria das famílias brasileiras. Para a maioria dos filhos, são a primeira pessoa a quem recorrer em momentos difíceis, que são justamente os que vivemos. Como mensurar a importância de alguém que está presente nos momentos mais importantes da nossa vida? Atualmente, as mães da Escola Atuação têm feito ainda mais: com o ensino não presencial, passaram a atuar como “professoras” em suas casas, orientando os filhos e ajudando as educadoras.

Nada disso passou em branco aos olhos das gestoras da instituição. Sensibilizadas com a atitude e, também, com a saudade das crianças que frequentavam diariamente a escola há poucos meses, as professoras resolveram promover uma ação: um almoço gratuito no Dia das Mães, em homenagem a elas e uma forma de afago nesses tempos tão desafiadores.

Um carinho para matar a saudade

“Num momento tão difícil como o que estamos passando, faz nos sentir mais importantes”, conta Raqueli Santos, mãe do pequeno André, que recebeu o presente preparado pelas cozinheiras no esquema drive thru, respeitando o isolamento social. No total, foram 4 mil refeições para a família, distribuídas em 7 mil marmitas no último sábado (9). “Mais que uma homenagem, vejo isso como uma forma do meu filho matar a saudade, muito grande, que tem da escola e também das professoras”.

Para Esther Cristina Pereira, diretora da Escola Atuação e psicopedagoga, todo agradecimento às mães seria pouco em meio às mudanças que ocorreram tão repentinamente na rotina. “Nós mesmos preparamos e entregamos tudo porque, afinal, tudo que é feito à mão a gente acaba dando mais valor”, explica. “Temos o maior apreço e respeito pelas nossas mães. Nesse momento, mais ainda”.

A ideia do presente tem um porquê: as crianças sentiam muita saudade da comida da escola. “A gente resolveu fazer nesse dia um mimo para a mãe e também para os nossos pequenos”, conta Esther.

Mobilização que emociona

A Selma Portela, cozinheira da escola, encontrou na ação uma forma de matar a saudade das crianças. Ela, que prepara diariamente o almoço dos pequenos, fez com ainda mais carinho a refeição para o Dia das mães.

“Para a gente mesmo, é muito importante. Estamos sentindo muita falta delas e não vemos a hora disso tudo acabar”, emociona-se. “Um pouco de carinho e amor que mandemos ou recebamos já faz toda a diferença”.

A Giovana Bizinelli, mãe de aluno, reforça essa visão. “Ficamos muitos felizes de receber esse mimo. Somos muito agradecidos por essa ação, que as crianças queriam muito”.

 

Mães em “jornada dupla”

Agora, as 1600 famílias com filhos na Escola Atuação são protagonistas do processo educacional. A Claudia Costa, mãe da Maria Eduarda, de 14 anos, ocupa o tempo cuidando do cronograma de avaliações e estudos da filha. É ela quem, junto com outras 18 mães no grupo, define os horários e provas que serão aplicadas para as crianças.

“Eu centralizo as informações da escola, sigo o cronograma e repasso ao grupo”, conta ela, que pausou o trabalho de consultora de beleza para ajudar a educação da filha e de outras crianças durante a quarentena. “É algo muito prazeroso e que virou uma chave na cabeça da gente: começamos a dar mais valor às coisas que realmente importam”.

No total, a Escola Atuação tem 88 mães ajudando de forma ativa a escola nesse período. A iniciativa deu muito certo e, quando tudo passar, a ideia é que todas continuem muito participativas no dia a dia das crianças. “Nossa ideia era uma coisa, mas virou outra que ajudou até mais. Agradecemos de coração essas mães”, enfatiza Esther.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Assine a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

spot_img