Galderma apresenta dados sobre a rosácea e conscientiza médicos quanto ao impacto oculto da doença

Empresa amplia seu compromisso de entender o impacto visível da rosácea com novas percepções, apoiando o entendimento dos profissionais de saúde sobre o comportamento do paciente e revelando possíveis motivações para que ele não retorne às consultas.

Com base no relatório escrito por especialistas Rosácea: Além do visível, que destacou a verdadeira extensão do impacto psicossocial da rosácea globalmente, a Galderma aprofundou-se na experiência do paciente por meio de pesquisas online com uma comunidade de portadores da condição. Os resultados revelam que muitos pacientes com rosácea podem não estar se consultando novamente com o dermatologista depois de experiências anteriores sem sucesso com medicamentos prescritos ou seus dermatologistas.

Os insights da pesquisa, envolvendo mais de 710 pacientes com rosácea e seus cônjuges em seis países, (fonte: Rosacea: beyond the visible) sugeriram que essas pessoas estão adotando uma abordagem de curto prazo para o tratamento, optando por se automedicarem com produtos de cuidados com a pele de venda livre ao invés de consultar  um dermatologista sobre tratamento com prescrição.

A rosácea, que hoje afeta aproximadamente 1,5 milhão de pessoas no mundo (taxa de prevalência de 5,46%), é mais comum em pessoas com 30 anos ou mais de idade.1 É uma condição redicivante, ou seja, os portadores têm períodos de surtos e a experiência de cada indivíduo é diferente, tornando-a uma doença complexa de ser tratada.

Rosácea: Além do visível, um relatório global, publicado em 2018, ofereceu informações úteis sobre o impacto emocional, psicológico e social da rosácea. Aproximadamente 82% das pessoas entrevistadas sentiram que sua rosácea não estava totalmente controlada, e mais da metade das pessoas economicamente ativas (55%) disseram que ela afetava sua produtividade no trabalho. Cerca de 86% ainda admitiu ter mudado substancialmente seu comportamento para evitar surtos que resultavam em um constrangimento em suas vidas cotidianas.2

Os dados apontam a necessidade de os médicos encorajarem os portadores de rosácea a seguir com tratamentos no consultório de um dermatologista: “Os pacientes estão recorrendo cada vez mais a tratamentos alternativos porque pararam de acreditar nos tratamentos prescritos pelos médicos”, diz o Dr. James Del Rosso da JDR Dermatology Research/Thomas Dermatology, Las Vegas, Nevada. “Para apoiar os pacientes e encorajá-los a procurar orientação e tratamento adequado de seu dermatologista, é importante que nós, como profissionais, primeiro entendamos o peso que eles vivenciam com esta condição de pele, capaz de mudar suas vidas, e, a partir daí, adaptemos a nossa abordagem”

“Como líder em rosácea, a Galderma está empenhada em reunir percepções de pacientes que nos permitam adequar nossa abordagem para apoiar melhor as necessidades dos pacientes e ajudar a melhorar os resultados clínicos nessa área de doença frequentemente subpriorizada”, afirma Kamel Chaouche MD PhD, Diretor de Assuntos de Assistência Médica Global Rx SIG, Galderma Nestlé Skin Health.

Referências:

  1. Gether L, Overgaard LK, Egeberg A, Thyssen JP. Incidence and Prevalence of Rosacea: A Systematic Review and Meta-Analysis. Br J Dermatol 2018 Feb 25. https://doi.org/10.1111/bjd.1648.
  2. Rosacea: Beyond the visible online report. Available at: http://hosted.bmj.com/rosaceabeyondthevisible. Last accessed: April 2019.

 

Sobre a Rosácea

A rosácea é uma doença cutânea inflamatória comum que apresenta características clínicas variáveis, sendo as mais comuns: rubor, eritema persistente e lesões inflamatórias. Isso afeta principalmente as áreas centrais do rosto, como as bochechas e nariz. A doença pode afetar homens e mulheres adultos, geralmente após os 30 anos de idade. Além disso, sintomas como ardor, queimação e aumento da sensibilidade da pele são comuns. Os olhos também podem ser afetados podendo se apresentar avermelhados, secos ou com coceira.

Embora a causa da doença ainda esteja em debate, vários fatores desencadeantes são conhecidos, incluindo alimentos condimentados, álcool, estresse emocional, exposição solar / UV, banhos quentes e bebidasDemodex, geralmente ácaros inofensivos, também podem ser encontrados na pele em uma quantidade elevada em pessoas com rosácea.

A rosácea pode piorar com o tempo se não for tratada. As pessoas que suspeitam que sofrem de rosácea devem visitar seu dermatologista para o diagnóstico e discutir qual tratamento é adequado para elas. Como a rosácea é uma doença altamente visível, ela é conhecida por causar constrangimento e ansiedade em alguns pacientes, o que, por sua vez, pode causar frustração e ter um impacto negativo em sua vida social.

 

Sobre Rosácea: Além do Visível

Rosácea: Além do Visível é uma campanha global de conscientização sobre doenças, lançada em junho de 2018 pela Galderma. A campanha foi inicialmente lançada para aumentar a conscientização sobre os resultados de um estudo de pesquisa de mercado global envolvendo mais de 700 pacientes e mais de 550 médicos, investigando o verdadeiro impacto da rosácea. Um relatório feito por autores especialistas dos resultados da campanha Rosácea: Além do Visível foi lançado. A campanha tem um canal no Twitter @Beyond_visible e um canal no YouTube, bem como uma página Rosacea: Beyond the visible (em inglês) no Instagram (@Rosacea_beyondthevisible) desde de abril de 2019, através dos quais as informações são compartilhadas e os pacientes e profissionais de saúde são incentivados a participar de conversas sobre a realidade de viver com rosácea.

[email protected]

Comments are closed.