Piloto paranaense é campeão da terceira etapa da Copa São Paulo Light de Kart

Pedro Aizza venceu a Graduados B e viu escapar, por pouco, um lugar no pódio geral da categoria Graduados, ao levar uma punição na última bateria, no Kartódromo Internacional de Aldeia da Serra, em Barueri

Piloto paranaense é campeão da terceira etapa da Copa São Paulo Light de Kart

O piloto Pedro Aizza (Promax Bardahl/GM Motorsports/Thunder Technology) voltou a acelerar nas pistas, após seis meses de espera. Depois de sofrer uma lesão na costela em janeiro e não correr nas duas primeiras etapas da Copa São Paulo Light de Kart, o curitibano de 15 anos levou o troféu de vencedor da Graduados B. Na classificação geral da categoria foi o sétimo colocado, deixando escapar por pouco um lugar no pódio, uma vez que sofreu uma penalização na última bateria.

A disputa no Kartódromo Internacional de Aldeia da Serra, em Barueri, começou desafiadora para o piloto Promax Bardahl. Entre os quatro treinos realizados na quinta e sexta (23 e 24), seu melhor resultado foi um oitavo lugar, na terceira sessão. Na tomada de tempo, no sábado (25), foi 13º lugar, o que obrigou o paranaense a se superar nas duas baterias, com um sexto e um nono lugar, respectivamente, após todas as revisões de penalização das provas. Na Graduados B, venceu a primeira bateria e ficou em terceiro na decisiva, levando o caneco.

“Foi uma ótima sensação voltar a competir. Estava realmente ansioso por isso. Assim que me recuperei da lesão na costela, veio a pandemia do Coronavírus e ficamos parados por alguns meses. A semana começou com certa dificuldade, o que inclusive refletiu na minha classificação na tomada de tempo, no fundo do pelotão”, relatou Pedro Aizza, dono do kart #35.

“Larguei bem na primeira prova e já era sétimo após a primeira volta. Cheguei a estar na quinta colocação, perdendo e recuperando colocações, para terminar em sexto lugar. Na bateria decisiva, larguei em sexto e fui para quarto na largada. Cheguei a cair três posições, me recuperei mas foi uma disputa realmente intensa e repleta de emoções”, concluiu o piloto curitibano de 15 anos de idade.

O novo normal – A principal mudança em relação à agenda habitual do torneio foi a limitação de pessoas dentro do Kartódromo de Aldeia da Serra. O ingresso foi administrado por meio de controle sanitário e o credenciamento separado para as provas da manhã e da tarde. Cada piloto inscrito recebeu duas credenciais para acompanhantes e os serviços de apoio foram prestados por equipes reduzidas.

[email protected]

Comments are closed.