Brasil tem quase 220 mil novas empresas em maio, revela indicador da Serasa Experian

Sudeste lidera o ranking com 110.868 instituições abertas, um avanço de 11,3% na comparação com abril. Veja dicas dos especialistas da Serasa Experian para otimizar a saúde financeira dos negócios

Indicador de Nascimento de Empresas da Serasa Experian revela a abertura de 219.749 mil empresas no Brasil em maio, um crescimento de 12,8% sobre abril, quando foram criados 194.882 novos negócios.

Segundo o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, esse crescimento reflete a necessidade das pessoas em manterem uma fonte de rendimento, além das oportunidades que surgem em momentos difíceis. “Quem perdeu o emprego neste cenário desafiador está buscando se reinventar. A abertura de novas empresas tem sido uma alternativa à manutenção da renda”, avalia Rabi, reforçando, ainda, a importância de traçar um bom planejamento e metas, para não ter as expectativas frustradas ou mesmo a empresa fechada num curto espaço de tempo.

Meis representam 78,4% do total de novas empresas
Os microempreendedores individuais (MEIs) responderam pela criação de 172.307 empresas em maio – número equivalente a 78,4% do total de novos negócios –, que revela um crescimento de 4,4% ante abril. No acumulado do ano, foram abertas 1.044.347, uma leve queda com relação ao mesmo período de 2019, quando foram criadas 1.053.094 instituições.

As empresas classificadas como Sociedades Limitadas tiveram um forte avanço na comparação com abril, de 57,2%, totalizando a abertura de 21.885 empreendimentos. Na comparação anual, houve expansão de 31,1%. Já a criação de empresas individuais, que havia registrado queda em abril, voltou a subir em maio. No período, foram criadas 7.800 instituições, ante 4.889 em abril. No ano, ocorreu uma queda de 33,5%.

Para Rabi, essa tendência de crescimento ainda deve se manter por algum tempo. “Como a oferta de emprego continua baixa, as pessoas recorrem ao empreendedorismo por necessidade. O trabalho por conta própria acaba sendo feito dentro de casa, junto com outros membros da família, como uma opção para se tornar ativo e voltar para o mercado”, ressalta o economista.

Região Sudeste lidera aberturas
Do total de empresas abertas em maio, a região Sudeste foi a responsável pelo nascimento de 110.868, seguida da Sul (44.259) e do Nordeste (30.131). O Estado de São Paulo registrou o maior número de aberturas, 58.731, seguido de Rio de Janeiro (20.838), e Paraná (16.909). Já as Unidades de Federação (UFs) que criaram menos empresas em maio deste ano foram: Amapá (280), Roraima (350) e Acre (360).

Cuidar das finanças do negócio desde o início é essencial
Como as micro, pequenas e médias empresas dependem muito de capital de giro, é importante que os novos empreendedores façam um planejamento financeiro desde o início da operação do negócio. Estar pronto para encarar momentos de incerteza e ter algumas estratégias planejadas podem fazer a diferença na manutenção da receita. Para isso, os especialistas da Serasa Experian dão algumas dicas:

– Expanda sua carteira de clientes e busque mercados que não haviam sido mapeados ainda;
– Utilize a tecnologia a seu favor, criando canais nas redes sociais e se cadastrando em aplicativos de entrega e outros sites de marketplace, que reúnem pequenos e médios lojistas de setores variados para novas vendas;
– Peça crédito com cautela, buscando sempre as menores taxas e prazos para o seu negócio;
– Busque desde já implementar outras ações que impactarão as vendas e a fidelização de clientes, como oferta de brindes e benefícios para aqueles que compram com periodicidade.