Arthus Fochi lança álbum ao vivo, “Concierto Pequeñas Memorias”

Arthus Fochi cria novas memórias a partir de canções antigas em seu mais novo disco ao vivo, “Concierto Pequeñas Memorias”. O show foi realizado online como parte da programação do festival uruguaio Canciones de Otoño, em setembro de 2020. No repertório, Arthus recria canções também de sua safra mais recente, com arranjos minimalistas apenas para cordas. O trabalho chega às principais plataformas de música acompanhado de vídeos para as faixas “Mandolin” e “Pelo Sol” – ao longo das próximas semanas, o canal do artista receberá o registro audiovisual de todas as 10 canções.

Assista ao vídeo para a faixa “Mandolin”: https://youtu.be/niglr5vNuhk

Assista ao vídeo para a faixa “Pelo Sol”: https://youtu.be/SotB0EVxUCo

Ouça “Concierto Pequeñas Memorias”: https://ingroov.es/arthusfochi

Como o nome entrega, o festival Canciones de Otoño tinha previsão para acontecer em abril de 2020, porém foi adiado devido à atual pandemia – assim como datas de shows de Arthus Fochi no Paraguai e no sul do Brasil, o que se tornaria uma pequena turnê. Para realizar a apresentação mesmo à distância, alguns meses depois, ele se uniu ao produtor e seu sócio no selo Cantores del Mundo, Gui Marques, e o diretor de arte e fotografia Tiago Rios (responsável pelo clipe “Ok Ok Ok”, de Gilberto Gil).

A ideia era fugir das maçantes lives que estavam sendo feitas constantemente durante o ano passado. O resultado foi transformá-la em um filme preto e branco, com uma referência ao cinema noir. O projeto foi gravado dentro da minha casa em formato bem simples: voz, violão ou cuatro venezolano. Nele eu faço um apanhado de canções da minha carreira solo dos últimos oito anos. É um projeto bem sincero, feito em apenas um take, sem cortes, o que me faz pensar sobre a resiliência de ter sido feito com amigos na pandemia. Nele, eu cometo pequeno erros, e isso de alguma maneira, agora, próximo ao lançamento, trouxe uma reflexão sobre o ego, sobre o perfeccionismo, que ao longo dos anos se acentua e diminui ao mesmo tempo”, reflete Arthus Fochi.

O álbum é o segundo registro ao vivo do artista – seu lançamento em disco mais recente é “Arthus Fochi e Os botos da Guanabara (Ao vivo no Barbatana)”, mas a discografia inclui também “Êxodo Urbano” (2012) e “Suvaco do Mundo” (2017). Seu próximo lançamento será o álbum “Ano Sabático”, reunindo parcerias com nomes como Juliana Linhares, Júlia Vargas, Chico Chico, Qinho e outros.

Fochi é compositor, poeta, cantor, e pesquisador. Atua no desenvolvimento e intercâmbio cultural entre diversos países da América Latina. Com seu trabalho solo procura misturar ritmos e diferentes estéticas, variando entre o folk latino americano, a MPB, a world music, a música experimental, lo-fi e o jazz. Além de suas próprias composições, Arthus também produz outros artistas e é diretor do selo Cantores del Mundo, onde reúne artistas independentes do Brasil e de outros países da América do Sul.

“Concierto Pequeñas Memorias” está disponível nas principais plataformas de streaming.

Assista ao vídeo para a faixa “Mandolin”: https://youtu.be/niglr5vNuhk

Assista ao vídeo para a faixa “Pelo Sol”: https://youtu.be/SotB0EVxUCo

Ouça “Concierto Pequeñas Memorias”: https://ingroov.es/arthusfochi

Crédito: Caro Petersen

Ficha técnica

Arthus Fochi – Voz, violão ou Cuatro Venezolano

Gui Marques – Mesa de Corte, mixagem, e direção musical

Dioclau Serrano – Captação de áudio, e mesa de áudio.

Tiago Rios – Direção de arte, Direção de Fotografia, Steadicam

Sasha Lazarev – Steadicam

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS