Colaboradores felizes são mais produtivos, diz pesquisa

Felicidade no trabalho nem sempre tem a ver com salário; especialista alerta para criação de um ambiente feliz nas empresas

De acordo com um estudo realizado pela Universidade da Califórnia, um trabalhador feliz é, em média, 31% mais produtivo, três vezes mais criativo e vende 37% a mais em comparação com outros. “Ao longo dos anos, percebemos que felicidade pouco tem a ver com salário, e sim, com o quanto o colaborador se sente parte do sucesso daquela determinada empresa e no quanto o ambiente é saudável”, explica o CEO do BioGrupo e especialista em gestão de pessoas, Eduardo Córdova.

O fato é que o ser humano passa muito mais tempo trabalhando do que nos momentos de lazer. “Ainda mais no momento em que estamos vivendo, com medos e incertezas por conta da pandemia, precisamos falar de saúde mental. Pensar em tornar os momentos de trabalho mais alegres e prazerosos deveria ser prioridade para gestores”, completa Córdova.

Nas empresas de Córdova, além de abrir para o diálogo de colaboradores e o gestor trabalhar em meio à equipe e não em uma sala separada, dando ideia de que todos ocupam o mesmo espaço, foram implementados alguns benefícios para os funcionários. “Temos mercado autônomo em todas as nossas unidades, para que o colaborador possa a todo instante comprar insumos que faltam para sua casa ou lanche para o meio do trabalho, e temos aulas de ginástica laboral e alongamento em algumas empresas do Grupo, para melhorar a postura e ergonomia. Em uma das companhias, temos cozinha e preparamos comida caseira para a equipe, além de churrasqueira que pode ser usada pós-expediente. Todo final de ano o time viaja junto para comemorar o bom ano que passou”, conta.  O especialista ainda afirma que sala de descanso e de TV também fazem parte do ambiente de trabalho, para os momentos de descanso.

“Mas nada disso é válido se a gente não estiver aberto para conversar. Trazer o colaborador pra perto, saber quais as dores e o que ele espera daquele trabalho, e ter um plano de crescimento, valorizá-lo, porque ele é importante e responsável pelo sucesso da sua empresa. Um ambiente feliz também é feito de reconhecimento e respeito às individualidades”, completa.

Eduardo Córdova dá dicas de como criar um ambiente saudável na empresa:

1-        Ouça sua equipe. Dê a eles reconhecimento pelos bons resultados. Caso algo não vá bem, entenda como pode ajudar a seguir  em frente;

2-        Benefícios vão além de dinheiro. Sair almoçar com o time ou deixar que eles optem pelo home office quando preciso, por exemplo, pode ter um resultado melhor do que o esperado;

3-        Delimite os planos de carreira dele a longo prazo. Quando um colaborador enxerga que tem futuro na empresa, ele trabalha mais motivado também;

4-        Abra espaço para novas ideias. Um funcionário não pode trabalhar com medo de trazer novas sugestões ao chefe. Pelo contrário, ele tem que saber que tudo que trouxer vai ser bem avaliado. Isso é senso de pertencimento;

5-   Delegue responsabilidades! Quer ajudar alguém a crescer, dê responsabilidade. Aquele antigo chefe centralizador só impede o crescimento da sua equipe.

Últimas notícias

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá, vocês tem o titulo (ou link) do estudo ?

    “De acordo com um estudo realizado pela Universidade da Califórnia, um trabalhador feliz é, em média, 31% mais produtivo”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui