Monja Coen é a primeira convidada do “Pano pra Manga”

Série de conversas da Trupe da Saúde estreia na próxima sexta-feira (20) trazendo reflexões sobre a pandemia

Com o tema “a dimensão do riso e da alegria em tempos de pandemia”, o grupo de palhaçaria Trupe da Saúde inicia seu novo projeto, o “Pano pra Manga”. Para a estreia do programa, na próxima sexta-feira (20), a Trupe recebe a Monja Coen como convidada especial. A sessão será exibida ao vivo, às 19h30, simultaneamente pelo YouTube e Facebook do grupo. As participações de todos os convidados e artistas no Pano pra Manga são voluntárias e não envolvem cachê.

O diretor artístico da Trupe da Saúde, Hique Veiga, será o mediador do encontro.

Segundo o diretor artístico da Trupe da Saúde, Hique Veiga, a presença da Monja Coen já é bastante esperada pelo grupo. “Estamos ansiosos por esta conversa e sei que a Monja trará mensagens bastante calorosas sobre esta questão do riso e da alegria. Fico feliz por termos a oportunidade de ampliar nosso trabalho no meio on-line, tendo a chance de nos conectar com pessoas de todo o Brasil, às quais talvez não teríamos tanto acesso em um formato presencial”, conta Hique.

Tornar a jornada mais leve
Dando início às conversas do “Pano pra manga”, o riso será o tema central, sobre o qual a Monja Coen já adianta: “É possível sorrir entre as lágrimas. Nada é fixo ou permanente e a pandemia deixa isso muito claro. Podemos rir e brincar e tornar mais leve esta jornada difícil que toda humanidade atravessa”, declara.
Nesta primeira transmissão, o formato será realizado em uma espécie de sabatina de perguntas à Monja. Para ela, esse encontro com a Trupe da Saúde deverá ser muito interessante para todos, trazendo pontos de vista e abordagens diferentes – representantes da Trupe como artistas do riso e do improviso, e a Monja como mestra dos ensinamentos budista –, mas com o mesmo propósito da saúde: “cuidar, curar, remediar, prevenir, acalentar, acolher e fazer o bem”.

Para a Monja Coen, o trabalho que a Trupe vem desenvolvendo ao longo de mais de 20 anos de atuação nos ambientes hospitalares, de levar alegria para quem precisa de um pouco de leveza quando as circunstâncias são pesadas, também é muito benéfico e importante. “Palhaços e palhaças podem até causar medo em algumas crianças, mas quando feito com arte e ternura, aproxima as pessoas e facilita o encontro, a conversa, favorece a cura”, diz.


A convidada: Monja Coen Roshi

Monja Coen Roshi iniciou sua formação no Budismo em Los Angeles, nos Estados Unidos, e completou o mestrado no Mosteiro Feminino de Nagoya, no Japão, onde praticou como noviça e monja oficial por doze anos. Neste período também participou de um programa especial para a formação de mestres da tradição Soto Zenshu, chamado Shike Yoseijo, no mosteiro Koshoji, em Uji. Ao retornar ao Brasil, assumiu inteiramente a liderança do Templo Busshinji, em São Paulo, além de se tornar a primeira mulher e primeira pessoa de origem não japonesa a ocupar a Presidência da Federação das Seitas Budistas do Brasil.
Em 2001, deu início à Comunidade Zen Budista Zendo Brasil, a qual lidera até hoje. Coen atua como monja e mestra dos ensinamentos de Buda, promove cursos e formações, além de escrever e dar palestras em todo o país e também no exterior.

Pano pra Manga – Convidada Monja Coen
“A dimensão do riso e da alegria em tempos de pandemia”
Data: 20/08
Horário: 19h30
https://trupedasaude.com.br/
Transmissão: https://www.youtube.com/channel/UC2Nm_X-Z_720LeS_6WRmoLQ
Redes sociais da Trupe da Saúde:
https://www.facebook.com/TrupeDaSaude/
https://www.instagram.com/trupedasaude/

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui