Tuinda Care se associa à Saúde Digital Brasil

Empresa, que tem como aceleradores os hospitais Pequeno Príncipe, em Curitiba/PR e Sabará em São Paulo/SP, trouxe ao Brasil equipamento revolucionário

A Tuinda Care – startup que tem o propósito de democratizar o acesso a cuidados em saúde de qualidade no Brasil por meio da telemedicina – é a mais nova associada da Saúde Digital Brasil. A SDB é uma entidade sem fins lucrativos que tem como meta ampliar o acesso de pacientes aos médicos através do uso da tecnologia, possibilitando não só acesso universal, como o incremento do desenvolvimento científico-tecnológico e a inovação na saúde.

“A telessaúde já é uma realidade no Brasil e é fundamental que nós, prestadores de serviço na área, estejamos alinhados para que possamos avançar em temas regulatórios e desenvolver ainda mais a telemedicina no país, de maneira ética e responsável”, afirma a diretora da Tuinda Care, Ana Carolina Lucchese.

A Tuinda Care é distribuidora exclusiva da tecnologia TytoCare no território nacional, que permite conectar o médico ao seu paciente, sem limite de distância, garantindo excelência médica a cada atendimento. Conta com o apoio dos hospitais Pequeno Príncipe, em Curitiba/PR e Sabará em São Paulo/SP como aceleradores.

A tecnologia é composta de uma plataforma de conexão e um equipamento, revolucionários pelo seu aspecto tecnológico e ao mesmo tempo simples de manipulação. O kit TytoCare é portátil e permite a realização de exame físico em qualquer lugar, basta ter sinal de internet. Os resultados são arquivados em uma plataforma digital, onde o médico acessa e pode analisar em detalhes cada exame para então chegar a um diagnóstico com segurança. Todo o processo é feito remotamente, sem a necessidade de estar frente a frente com o paciente.

Com o kit tecnológico é possível realizar atendimentos à distância em crianças e adultos, nas especialidades de pediatria, clínica geral, otorrinolaringologia, pneumologia, cardiologia e dermatologia, entre outras. O exames realizados remotamente são otoscopia (para avaliar as estruturas do ouvido, como o canal auditivo e o tímpano); análise de possível infecção da orofaringe; ausculta pulmonar, do coração e abdômen; frequência cardíaca; aferição da temperatura; imagens de lesões na pele com alta precisão e acurácia; e ainda é possível conectar oxímetro e medidor de pressão.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui