Retomada do turismo: o que o turista brasileiro deve saber

Retomada do setor de turismo traz inovações tanto para empresas quanto no hábito dos viajantes brasileiros, mas viajante precisa estar atento às regras

Retomada do turismo: o que o turista brasileiro deve saber
Imagem de Engin Akyurt por Pixabay

Enquanto o setor de turismo foi um dos mais impactados nos últimos meses, ele retorna com mais força e inovações. De acordo com uma pesquisa publicada pelo Ministério do Turismo, o turismo doméstico será prioridade para 81% dos viajantes no país.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, diz ser este o melhor cenário para o turismo doméstico. Afinal, os brasileiros querem praia, montanha e outros atrativos que o Brasil pode oferecer.

Neto ressalta o investimento na qualificação dos profissionais de turismo, a fim de promover mais segurança e responsabilidade, bem como melhorar a infraestrutura turística nos principais destinos. Ele ainda informa sobre a importância de entregar o melhor aos viajantes nessa retomada.

Mobilidade regional de brasileiros e novas experiências em Estados diferentes

Atualmente estamos aprendendo a reinventar tudo o que conhecíamos e fazíamos, desde as formas de trabalhar quanto de se relacionar. As pessoas estão reformulando hábitos, reinventando atividades de lazer e até mesmo adquirindo novos hobbies.

E para aproveitar esse novo perfil, o setor de turismo está cada vez mais investindo nas belezas naturais do país como atrativo. Com isso, os brasileiros estão buscando por novas experiências em outros Estados.

Mas, quando se trata de investir em viagens, as pessoas estão mais atentas à oferta de serviços e toda a estrutura local. Afinal, a segurança está cada vez mais sendo levada a sério para o desfrute de diversão e lazer.

Como nova moda, os viajantes estão ‘indo com calma’ para um planejamento seguro, ou seja, o medo de estar perdendo algo não permanece na etapa de planejamento de viagem como antes. Outro ponto que ficou para trás é o de tentar fazer o máximo de coisas em um menor tempo.

O novo perfil de viajante está indo com calma, mas pronto para descobrir e desfrutar novas experiências pelo país. Assim, a indústria precisará se reestruturar para atender o novo viajante, que está cada vez mais atento à oferta de melhores serviços.

O que o turista brasileiro deve saber para aproveitar ao máximo a viagem

Enquanto o viajante quer aproveitar ao máximo seu tempo livre da forma mais eficiente possível, ele precisa se atentar a alguns cuidados. Muitos continuam sendo importantes, outros foram incluídos como forma de garantir mais tranquilidade e segurança. Veja algumas dicas!

1. Passagem aérea

Em tempos de incertezas, os voos podem sofrer alterações até a data de ida ou retorno da viagem. Portanto, mesmo quem já comprou o bilhete precisa estar atento.

Para quem não quer correr o risco de precisar remarcar a viagem, a dica é comprar o mais próximo da data de embarque. Mas, esse também é um risco de não ter assentos disponíveis.

Para os viajantes que já compraram a passagem aérea, a recomendação é confirmar a reserva alguns dias antes do embarque. No caso de remarcação, verificar as opções disponíveis e se a companhia aérea está seguindo as regras.

Se tiver algum problema, saiba que o viajante está protegido pela resolução n.º 400 da ANAC. Ou seja, é só registrar na ANAC reclamação caso ocorra atraso, reagendamento ou cancelamento de última hora em viagens domésticas.

Para te ajudar nesse processo, existem sites especializados, como o AirHelp, membro da APRA (Association of Passenger Rights Advocates ou Associação dos Defensores dos Direitos dos Passageiros).

A AirHelp pode ajudar em caso de solicitações de indenização, conforme a Resolução n.º 400 da ANAC. Então, se você precisar, pode contar com uma equipe jurídica para o caso de overbooking, voo negado e para atraso ou cancelamento de voo.

Com a missão de promover e proteger os direitos dos passageiros, a AirHelp também auxilia os viajantes que não foram devidamente atendidos pela companhia aérea. Além disso, se o voo decolou ou aterrizou no Brasil, a empresa presta atendimento, inclusive, para problemas ocorridos nos últimos 5 anos (nacional) ou 2 anos (voo internacional).

2. Hospedagem

Os planos de viagem podem sofrer alterações, já que imprevistos podem surgir e ser preciso remarcar a data. A dica é tentar fazer a reserva o mais próximo possível da viagem e se atentar às regras de cancelamento no local escolhido.

3. Promoções

Muitos viajantes conseguiram aproveitar grandes descontos para viagens domésticas desde o começo de 2021. Mas, de acordo com operadores de turismo, as taxas de ocupação das aeronaves e meios de hospedagem estão subindo, o que fará com que os descontos diminuam.

Portanto, quem deseja viajar e economizar, precisa se atentar e começar a planejar a viagem o quanto antes.

4. Para curtir o destino

Com tudo planejado, a viagem tende a ser mais gostosa e dentro do esperado, sem surpresas desagradáveis. E para deixá-la ainda melhor:

Viva novas experiências: conheça lugares que estão fora do roteiro comum e dê espaço para o novo; Desconecte-se: aproveite melhor cada passeio, atração e experiência, sem ficar preso ao celular;

Selecione bem seu guia: conte com agências especializadas e reconhecidas para evitar problemas;

Pesquise sobre o destino: vá além dos pontos turísticos mais buscados por viajantes e descubra locais diferentes para boas recordações;

Colecione momentos: fotografe tudo o que quiser, mas lembre-se de que as memórias mais incríveis não estão no papel, portanto, viva cada experiência;

Escolha bem as companhias de viagem: viaje com pessoas que querem as mesmas experiências que você.

5. Saúde

O viajante hoje está se preocupando mais com questões relacionadas à saúde na viagem. Para garantir mais proteção, verifique se o convênio médico atende no destino e se funciona com sistema de reembolso, caso não conte com uma rede de atendimento.

Outro ponto importante é se atentar às coberturas que fazem parte do seguro viagem, especialmente em relação ao atendimento médico disponível.

O Brasil é um país rico em opções e atrativos turísticos. As regiões oferecem opções para quem quer curtir montanhas, praias, parques, aventura, entre diferentes outras experiências.

Enquanto as viagens domésticas aumentam no país, é preciso que o viajante considere cada um dos seus direitos e deveres, independentemente do tipo de viagem que vai fazer e destino que vai conhecer.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui