Abertura de fronteiras incentiva planos de férias dos turistas brasileiros

Proprietários de frações do Residence Club at the Hard Rock Hotel começam a planejar e realizar viagens por meio do intercâmbio de destinos 

Abertura de fronteiras incentiva planos de férias dos turistas brasileirosA abertura das fronteiras de mais de 100 países para os brasileiros, motivada pelo avanço da vacinação contra Covid-19 e a diminuição significativa dos casos, tem movimentado os planos de férias dos proprietários de frações do Residence Club at the Hard Rock Hotel. Incentivados pela possibilidade de se hospedar em outros hotéis integrantes do sistema RCI pelo mundo, os clientes da VCI SA – responsável por trazer a marca Hard Rock Hotel ao Brasil – já começam a planejar e realizar viagens usando as vantagens de fazer parte de uma grande comunidade de viajantes.

O intercâmbio é possível pois, ao adquirir uma fração em um dos empreendimentos Residence Club at the Hard Rock Hotel, o cliente VCI conquista o direito de usar o imóvel por duas semanas anuais pelo resto da vida. Além disso, torna-se membro do sistema RCI de compartilhamento de viagens, o que dá a ele a possibilidade de trocar suas semanas anuais por hospedagens em mais de 4.300 destinos em cerca de 100 países, incluindo diversos hotéis da rede Hard Rock pelo mundo.

No Brasil, a VCI empreende oito hotéis da marca, dois deles em fase avançada de obras, na Ilha do Sol (região de Londrina) e Fortaleza (CE). No Paraná, está em fase de projeto, também, o Hard Rock Hotel de Foz do Iguaçu.

Mercado em crescimento

O compartilhamento é uma tendência no turismo, pois garante experiências de alto padrão a preços mais acessíveis, com aquisição de um patrimônio que permite flexibilidade de destinos e serviços de hotel. De acordo com o estudo Cenário do Desenvolvimentos de Multipropriedades no Brasil 2021, desenvolvido pela Caio Calfat Real Estate Consulting, o segmento de multipropriedade deve chegar ao final do ano com VGV (Valor Geral de Vendas) estimado de R$ 28 bilhões, superando em 17,3%  os resultados de 2020.

O interesse cada vez maior no setor é pautado, também, pelo reconhecimento das vantagens desta modalidade. Um estudo feito pela VCI SA mostra que, ao longo de 30 anos, o proprietário único de um imóvel de férias gasta R$ 500 mil na aquisição, R$ 100 mil na compra de mobiliário e R$ 600 mil na manutenção, o que totaliza R$ 1,2 milhão. Na multipropriedade, ele vai investir R$ 60 mil na aquisição e R$ 72 mil em manutenção ao longo de três décadas, o que totaliza R$ 132 mil, com a vantagem de poder escolher outros destinos por meio do intercâmbio. Já os usuários de serviços de hotelaria tradicionais investem R$ 336 mil em férias ao longo de 30 anos, sem o benefício de acumular patrimônio.

Experiência inesquecível

Viajante de carteirinha e um fã da marca Hard Rock há muito tempo, o consultor em Telecom Ricardo Cardoso de Paula, de Santos (SP), comprou duas frações do Hard Rock Hotel Fortaleza e nem esperou a inauguração do empreendimento para começar a usufruir das vantagens de ser proprietário. Logo após completar parte da negociação, realizou uma viagem com a esposa para o resort Vidanta, em Cancun, no México, por meio do programa de intercâmbio da rede.

O padrão internacional dos serviços oferecidos, a hospitalidade dos funcionários e o cuidado com a preservação da natureza são fatores que chamaram a atenção do casal. “Eu imaginava que seria bom, mas a experiência me surpreendeu. Foram dias maravilhosos, já estamos com vontade de viajar novamente”, diz.

De Paula é um grande fã de rock’n’roll e foi atraído pela possibilidade de ser proprietário de uma fração do empreendimento da marca Hard Rock, com a qual se identifica. “Já conheci o Hard Rock Hotel em Orlando e, sempre que posso, vou aos Hard Rock Cafes dos destinos que visito. Estou ansioso pela entrega do Hard Rock Hotel Fortaleza, que terá o mesmo nível de qualidade”, afirma.

A empresária Leiza de Oliveira, de Maringá (PR), também é fã da marca Hard Rock e comprou uma fração em um dos bangalôs do Residence Club at Hard Rock Hotel Ilha do Sol. Ela costuma viajar com a mãe, o irmão e os filhos adolescentes, por isso, se encantou pela possibilidade de passar as férias em uma rede internacional de hotéis com alto padrão tão perto de casa.  “A família inteira ama a marca, foi uma surpresa quando soubemos que teria um Hard Rock Hotel na região”, celebra.

Leiza não hesitou ao adquirir sua fração em Ilha do Sol porque conhece bem a experiência de estar em um hotel com assinatura Hard Rock. “Já me hospedei no Hard Rock Hotel de Orlando e foi um sonho realizado”, recorda, destacando que também participou de um evento no Hard Rock Cancun, no México, e aprovou a experiência.“Gosto muito de viajar e me encantei também pela possibilidade de intercâmbio no produto da VCI”, destaca ela, que pretende estrear esta exclusividade em breve.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui