Em 2 anos, rede de supermercados de Curitiba doa mais de 28 toneladas de alimentos à ONG que assiste famílias carentes

Alimentos doados pelo Triunfo Supermercados beneficiaram centenas de famílias do bairro Pilarzinho e do município de Almirante Tamandaré

Representantes da ONG separando os alimentos doados

Durante o difícil período da pandemia do Coronavírus, em que muitas pessoas perderam seus empregos e sua renda, uma atitude de uma rede de supermercados de Curitiba ajudou a tirar centenas de famílias da fome. Entre 2020 e 2021, o Triunfo Supermercados doou mais de 28 toneladas de alimentos, entre verduras, frutas e legumes, à ONG Martas e Marias, ligada à Igreja do Evangelho Quadrangular do bairro Pilarzinho.  A ONG, por sua vez, usou os donativos para produção de sopas às famílias carentes da região e também distribuiu os alimentos para as pessoas levaram para casa.

A proprietária do Triunfo, Angela Peters, explicou que os alimentos doados são de boa qualidade, próprios para o consumo, mas que não estavam “esteticamente” bonitos para ficar na área de venda. “Eram alimentos bons para serem consumidos, não tinha nada estragado, apenas alguns machucadinhos e por isso não colocamos nas prateleiras. Ao invés de jogar no lixo, decidimos procurar uma entidade séria para fazer a doação”, comenta a empresária, satisfeita com o resultado obtido “Nós ficamos felizes porque o que iria para o lixo, pelo menos está alimentando pessoas que mais precisam, principalmente nessa época difícil de pandemia, em que muitas pessoas ficaram sem emprego e passando por sérias dificuldades”, afirma Angela.

Uma das responsáveis pelo trabalho social da ONG, Rosana Briski da Silva, disse que os alimentos arrecadados fizeram a diferença na vida de muitas famílias durante a pandemia. “Ao mesmo tempo que víamos com tristeza tantas pessoas passando necessidades, mães com dois, três filhos, nos sentimos satisfeitos em diminuir um pouco do sofrimento dessas famílias proporcionando o básico, que é se alimentar. Iniciamos doando alimentos todos os dias, depois três vezes por semana. A média de entrega por dia era de 30 a 40 pessoas, 2 sacolas para cada, além da sopa que servíamos. Iniciamos o atendimento a moradores do Pilarzinho e região, e hoje já estendemos o trabalho até Almirante Tamandaré”, relata.

Rosana conta que quando teve a ideia da campanha, procurou vários estabelecimentos comerciais, mercados, alguns chegaram a colaborar com cestas básicas, mas em menor proporção. “Quando procuramos o Triunfo, a receptividade foi a melhor possível. Nunca fomos até lá e voltamos de mãos vazias. Pelo contrário, voltávamos sempre com o carro cheio de alimentos. Foi uma atitude muito bonita, que deixou uma marca na vida dessas pessoas, em um momento de dificuldade extrema”, afirma.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui