Fenajeep: MILITEC Brasil se aproxima ainda mais dos jipeiros

Marca, que participa como expositora do maior evento off road da América Latina, prevê crescimento de dois dígitos nas vendas em 2022

Mais de 400 pilotos competindo em provas de cross e rali e 35 mil visitantes em cinco dias de evento. Esse é o cenário que atrai mais uma vez a MILITEC Brasil à Fenajeep, a Feira Nacional do Jeep, que começa nesta quarta-feira (15) e vai até domingo (19) em Brusque (SC). Considerado o maior encontro de jipeiros da América Latina, a feira é uma imensa vitrine para vendas de produtos direcionados aos fãs do universo a motor.

Nesta 28ª edição, que volta a ser realizado após o cancelamento em 2021, a MILITEC Brasil participa pela primeira vez com estande próprio. A presença na Fenajeep é considerada estratégica pela marca, uma vez que o público alvo é o consumidor final. Em especial, o jipeiro, um dos fiéis usuários de MILITEC 1, que responde por 84% das vendas no segmento.

A expectativa é movimentar uma grande quantidade do produto na Fenajeep, alavancando ainda mais os negócios da empresa, que tem sede no Paraná. “Em termos de venda e de divulgação, a feira é fantástica. Muitos jipeiros utilizam o MILITEC 1. Em edições passadas cerca de 80% dos competidores das provas que fazem parte do evento aplicavam o nosso produto”, ressalta Paulo Germano, sócio-diretor da MILITEC Brasil.

Lojistas parceiros e a  Motortech, distribuidora oficial em Santa Catarina, estarão presentes no pavilhão de expositores comercializando o MILITEC 1.  Germano enxerga ainda a Fenajeep como uma nova oportunidade de interação da marca com as pessoas, repetindo o sucesso que ocorreu recentemente na Autopar – Feira de Fornecedores da Indústria Automotiva, em Pinhais (PR).

Alta de dois dígitos em 2022

De acordo com o executivo, a prospecção de potenciais clientes e o fortalecimento da imagem junto aos atuais consumidores são importantes para manter o ritmo de crescimento nas vendas. A meta da MILITEC Brasil é fechar 2022 com uma alta de dois dígitos, comparada ao ano passado.

“Queremos retomar gradativamente os números praticados antes da pandemia, quando cerca de 1,3 milhão de frascos do produto saíam por ano do centro de distribuição, em Curitiba”, destaca Germano.

30Simulação de atrito realizada na AutoparQuem visitar o estande oficial da MILITEC Brasil, poderá conferir a eficácia do MILITEC 1 agindo em um simulador de atrito.

 Disputas na arena e rali de regularidade

A Fenajeep volta a ser realizada após o cancelamento em 2021 devido ao problema da Covid-19. A última edição com o público presente aconteceu em 2019, enquanto 2020 foi virtual.

Entre as principais atrações estão as provas com veículos da modalidade cross (jipe, gaiola e UTV) encarando lama, areia e outros obstáculos. A programação prevê ainda rali de regularidade e passeios de carros (SUVs e picapes) pela região.

Já o pavilhão vai reunir perto de 50 expositores nacionais. Haverá desde lançamento de peças e acessórios a exposição de veículos militares e área destinada aos restaurantes e foodtrucks.

“Tem de tudo na Fenajeep. De comércio de peças antigas e venda de jipes até sistema de garagem com elevadores. A festa reúne jipeiros de todo o país e, também, de países vizinhos como Paraguai e Argentina”, frisa Germano.

MILITEC 1 em todo o Brasil

Atualmente, a MILITEC Brasil conta com 34 distribuidores regionais e 12 mil pontos de vendas espalhados por 24 dos 26 estados brasileiros, mais o Distrito Federal. São aproximadamente 7 milhões frascos de MILITEC 1 já vendidos no mercado brasileiro, protegendo o conjunto mecânico de veículos de passeio e comerciais, motos, caminhões, ônibus, além de componentes de maquinários industriais e agrícolas.

Segundo Paulo Germano, o motorista está muito mais atento aos cuidados do motor nos dias de hoje. Principalmente, pelo alto custo do automóvel, da manutenção e na hora de abastecer.

“O MILITEC 1 é um grande aliado para preservar a integridade dos componentes de motor. , e no quesito consumo”, observa o executivo, uma vez que o produto ajuda na economia de combustível ao reduzir o atrito entre as peças metálicas, aumentando a resistência dos componentes, o que, consequentemente, diminui o desgaste, eleva a potência e deixa o propulsor trabalhar “mais solto”.

Apesar do foco ser o consumidor final, a pioneira no segmento no país agrega à sua carteira de clientes entidades importantes como a Petrobrás, Sabesp (Companhia de Saneamento Básico de São Paulo), Vale, Cosipa (Companhia Siderúrgica Paulista) e CSN (Companhia Siderúrgica Nacional).

SERVIÇO

28º Fenajeep – Feira Nacional do Jeep

Local: Rua Gentil Batistti Archer, 221, Centro 2, Brusque (SC).

Data: 15 a 19 de junho de 2022.]

Horário: 17h às 21h (quarta) | 8h às 21h (quinta a sábado) | 8h às 18h (domingo).

Ingressos: entrada gratuita (quarta) | R$ 30 (quinta e sexta) | R$ 40 (sábado e domingo) | R$ 70 (acesso a todos os dias).

Mais informações sobre atrações e programação completa: www.fenajeep.com.br.

Sobre o MILITEC 1

É o primeiro e melhor condicionador de metais, que protege o seu equipamento de verdade, porque é o único com a exclusiva tecnologia Dry Impregnated Lubrication.

O MILITEC 1 simplesmente usa o lubrificante como um meio para chegar às superfícies metálicas em atrito e aos pontos críticos de calor dentro do equipamento. Chegando a esses locais, o produto sai completamente do lubrificante e as moléculas de MILITEC 1 fixam-se na superfície metálica (adsorção*). Isso ocorre entre 38º C e 66º C, dependendo das condições de atrito e carga.

O efeito dessa reação enrijece a superfície metálica (não a endurece), tornando-a aproximadamente 17 vezes mais resistente quando a reação se completa.

Além do aumento da resistência metálica, o MILITEC 1 reduz drasticamente o atrito, melhorando o aproveitamento de energia, resultando em aumento da potência e/ou diminuição do consumo, além de reduzir as emissões de gases poluentes.

*Adsorção é a fixação de molécula de uma substância na superfície de outra

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui