Capitalismo consciente começa com tecnologia segura

A SaveCash é uma empresa de geração de valor compartilhado que gera benefícios em todas as compras através de Cashback+Social e Vale+Dinheiro. O modelo de negócios exclusivo aproveita o desejo de compras para criar uma rede de conscientização que impacta positivamente iniciativas sociais locais e nacionais.

Além das práticas de gamificação para novos clientes nos negócios, a SaveCash distribui este reembolso (Cashback+Social) em suas compras e os usuários podem utilizar Vale+Dinheiro para consumo mínimo em uma loja.

O diferencial reside na estrutura tecnológica
O grande desafio da SaveCash é incentivar o capitalismo consciente em um mercado inundado com todo tipo de solução de cashback e vales. Fabian Ariel, CEO da SaveCash explica que para ser diferente do que existe no mercado, a empresa está tomando a dianteira na geração de valor compartilhado e de benefícios no mercado brasileiro com um objetivo bem claro: acabar com a fome no mundo!

O foco é um modelo sustentável que possa oferecer benefícios de forma contínua e permanente, e não apenas dinheiro de volta sem propósito. Para ser financeiramente sustentável, especialmente em custos de tecnologia, a SaveCash mantém o nível de investimento alinhado com o ritmo de crescimento:

“Antes do lançamento, havia preocupações sobre a segurança da plataforma, uma vez que tem por trás dinheiro real e precisa atender aos mais altos padrões de conformidade do setor financeiro como PCI/DSS. Sempre tivemos a ideia de uma plataforma segura, para garantir a segurança do acesso aos dados e sabemos que qualquer incidente de segurança reduziria e impactaria a credibilidade. Então, a segurança sempre foi prioridade”.

Solução segura que pode ser ampliada
Depois de conhecer diversos sistemas de firewall, a solução encontrada para evitar ameaças digitais mais comuns foi optar pelo sistema AWS WAF como resposta:

“Foi criado um ambiente de segurança na nuvem AWS para atender às necessidades de segurança. Desenvolvemos uma arquitetura que maximiza o desempenho e a resiliência contra ataques DDoS no aplicativo com o centro do ambiente protegido para executar transações e criar todos os benefícios da gamificação”.

A tecnologia utiliza o Amazon Route 53, que fornece a primeira linha de defesa contra ataques DDoS, identificando anomalias nas consultas de serviço de DNS. Ao mesmo tempo, a arquitetura do aplicativo implementou a restrição geográfica apenas para região Brasil:

“Conseguimos estabelecer políticas para gerenciar o acesso e encerrar tentativas de conexões de origens que sugerem uma interrupção ou se um ataque DDoS está sendo iniciado. A restrição de geolocalização foi parte da implementação para excluir locais onde a plataforma ainda não está disponível.